Justiça manda soltar Pedro Fernandes e Cristiane Brasil


O ex-secretário estadual de Educação, Pedro Fernandes, e a ex-deputada Cristiane Brasil (Reprodução)

A 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio determinou nesta quinta-feira a soltura do ex-secretário estadual de Educação, Pedro Fernandes, e da ex-deputada Cristiane Brasil, filha do presidente do PTB, ex-deputado Roberto Jefferson. Os desembargadores também mandaram soltar o empresário Flavio Chadud, acusado de pagar propina a eles em troca de contratos com o governo do estado e a prefeitura do Rio quando eram secretários. O empresário João Marcos Borges Matos, que era subsecretário estadual de Educação, e o delegado aposentado Mario Chadud, que estavam em prisão domiciliar também foram soltos.

A decisão dos desembargadores substituiu as prisões por medidas cautelares como comparecimento mensal em juízo, proibição de contato com empresas e outros envolvidos na investigação e recolhimento domiciliar noturno.

Todos são investigados no esquema que pode ter desviado R$ 30 milhões dos cofres públicos através de contratos na área de assistência social do governo do estado e da prefeitura do Rio.



vila_de_melgaco.jpg
Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3