Justiça solta PM acusado de matar menina de 5 anos em Niterói


Foto: Divulgação

A juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói, atendeu um pedido da defesa e determinou a soltura do policial militar Bruno Dias Delaroli, acusado de matar Ana Clara Gomes Machado, de 5 anos, durante uma operação em Niterói, em fevereiro deste ano.


No dia 2 de fevereiro, Ana Clara morreu apóss ser atingida por um disparo de arma de fogo enquanto estava no portão de sua casa, na comunidade Monan Pequeno, no Largo da Batalha. A Polícia Militar estava realizando uma operação na região no mesmo dia. A criança chegou a ser socorrida, mas não resistiu. Familiares acusaram policiais pelo disparo que matou a menina.


A Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG), responsável pelo caso, identificou o policial militar Bruno Dias Delaroli como autor do tiro que atingiu a Ana Clara. O militar foi preso em flagrante e, posteriormente, teve a prisão convertida em preventiva.


No dia 30 de junho, a 3ª Vara Criminal de Niterói, responsável pelo caso, realizou a primeira audiência de instrução do processo. No pedido aceito pela juíza Nearis Arce, a defesa do policial pediu a substituição da prisão preventiva por medidas cautelares.

300x250px.gif
728x90px.gif