Landim é investigado em fraude de R$ 75 milhões


Em uma denúncia enviada à Justiça Federal, procuradores do Ministério Público Federal (MPF) citam "fatos criminosos" praticados pela empresa Mare Investimentos, de Rodolfo Landim, atual presidente do Flamengo. A empresa, um private equity (ativo privado) voltado para o setor de petróleo e gás, está envolvida em uma transação de um fundo de investimento que gerou prejuízos de cerca de R$ 75 milhões a investidores.

De acordo com o jornalista Lauro Jardim, do Globo, na semana passada o MPF ofereceu uma denúncia contra três três ex-dirigentes da Previ relacionada à operação Greenfield - operação deflagrada pelo MPF e a Polícia Federal em 2016 para investigar desvio dos fundos de pensão de bancos públicos e estatais.

Os dirigentes são acusados de crime de gestão temerária por terem aplicado R$ 75 milhões "em desacordo com os princípios de segurança e rentabilidade" num fundo de investimentos da empresa de Landim, o FIP (Fundo de Investimento em Participações) Brasil Petróleo. A quantia foi quase que integralmente perdida pelos investidores. Na época, Landim era o presidente da Mare Investimentos, e por isso está sendo investigado pelo MPF.

Private equity é uma modalidade de fundo de investimento que consiste na compra de ações de empresas com bom faturamento e em crescimento notável. A empresa que investe em um ativo privado, normalmente, vende a sua parte das ações para outros investidores, por preços mais elevados.


1/3
300x250px - para veicular a partir do di

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

Leia também: