Leila Pinheiro faz show na Sala Nelson Pereira dos Santos

No dia 20 de agosto, às 20h, a cantora, pianista e compositora Leila Pinheiro apresentará o show “Meus Compositores” na Sala Nelson Pereira dos Santos, em São Domingos, Niterói. O show foi motivado pela receptividade do público diante da execução de diversos autores por Leila nas lives que realizou em suas redes sociais durante o período da pandemia por covid-19.

Foto: Murilo Alvesso / Divulgação

Dentre as inúmeras canções realizadas com sucesso, as dedicadas integralmente às canções de Chico Buarque, Gonzaguinha, Guilherme Arantes e Roberto Carlos foram as de maior audiência. Leila, então, se sentiu motivada a preparar um espetáculo para seu retorno cauteloso aos palcos.


Pérolas como ‘Vitrines’, ‘Um dia, um Adeus’, ‘O que é o que é’ e ‘Cavalgada’ estão nesse encontro vigoroso e íntimo da voz e piano de Leila Pinheiro com a musicalidade e talento do músico petropolitano João Felippe, em participação especial no cavaco de 5 cordas e na guitarra baiana.


Leila receberá também o cantor e compositor Chico Alves, com quem fará um dueto na canção ‘Sonho Estranho’, uma parceria de Chico com Moacyr Luz.


A cantora espera emocionar o público com as músicas que, segundo ela, mais a emociona na obra desses quatro grandiosos compositores — e que sempre estiveram presentes no repertório dos seus shows e álbuns.


Os ingressos podem ser adquiridos on-line no site Sympla ou na bilheteria da Sala Nelson, que fica aberta de terça a domingo. Sendo terça e quarta, das 14h às 18h, e quinta a domingo, das 14h às 20h. (Disponibilidade de ingresso sujeita à lotação da casa).

Foto: Patrícia Albuquerque / Divulgação

Leila Pinheiro


Nascida na cidade de Belém (PA), Leila Pinheiro é intérprete, compositora e pianista. Em maio de 1981, passa a morar no Rio de Janeiro e grava seu primeiro LP de maneira independente com produção de Raimundo Bittencourt. Excursionou com o Zimbo Trio em shows pelo exterior em 1984, mas o sucesso veio na verdade em 1985, quando ganhou o prêmio de cantora-revelação no Festival dos Festivais, da TV Globo, onde defendeu o samba Verde - de Eduardo Gudin e José Carlos Costa Neto - seu primeiro sucesso radiofônico.


Músicos da grandeza do maestro Tom Jobim, do cantor e compositor Chico Buarque, do violonista Toninho Horta, do guitarrista americano Pat Metheny e dos também pianistas e compositores Francis Hime, Ivan Lins e João Donato participaram de seus trabalhos.


Em seus 41 anos de carreira, Leila Pinheiro gravou 23 CDs e três DVDs, tendo acumulado importantes prêmios interpretando o cancioneiro brasileiro clássico, apresentando novos compositores e fazendo releituras de sucessos populares de todos os gêneros em seus álbuns e shows nos quatro cantos do mundo. O ecletismo e a amplitude do seu talento consagram-na como uma das cantoras de maior prestígio da música brasileira.


João Felippe – cavaco de 5 cordas, violão e guitarra baiana


João Felippe, 35 anos, iniciou sua carreira musical como cavaquinista solo em 1994, aos 8 anos de idade. Dois anos depois, foi premiado pela Ordem dos Músicos do Brasil com o título de “O Mais Jovem Instrumentista do Estado do Rio de Janeiro”. Em 2001, aos 15 anos, recebeu o prêmio de Personalidade do Ano, como Revelação nas Artes e foi parte da turma de Harmonia e Improvisação do guitarrista Victor Biglione, que lhe concedeu a honra de se apresentar ao lado de Yamandu´ Costa em um dos Festivais de Inverno de Petro´polis (RJ).


João Felippe já se apresentou ao lado de nomes como Armandinho Macedo, Moraes Moreira, Diogo Nogueira, Lan Lanh, Luiz Brasil, Mart’na´lia, Carlos Malta, Dadi, Ma´rcio Mello, Pretinho da Serrinha e Rodrigo Sha, além da própria Leila Pinheiro entre outros.


Chico Alves


Chico Alves nasceu em Fundão, região metropolitana de Vitória (ES), em 1968. Despontou nas rodas de samba de Niterói e do Rio no começo da década de 2000. Integrou o grupo de samba e choro Unha de Gato, com quem gravou o CD ‘Festa Pro Povo’ (2008). Com o melodista e violonista Marco Pinheiro lançou o álbum ‘Amigos e Parceiros’ (2009). Também foi integrante do Sambalangandã, grupo que durante sete anos manteve uma roda de samba antológica no Mercado das Pulgas, em Santa Teresa, e com quem gravou Fuzuê (2012). Seu primeiro disco solo, ‘Pra Yayá Rodar a Saia’, de 2017, foi indicado ao Prêmio da Música Brasileira na categoria “Regionais”.


É autor de dezenas de músicas, em parcerias com compositores como Toninho Geraes, Moacyr Luz, Wilson das Neves, Toninho Nascimento e Moyseis Marques. Foi gravado por Leila Pinheiro, Guinga, Áurea Martins, Moacyr Luz, Toninho Geraes e Quarteto em Cy, entre outros. Assina, com Cláudio Russo e Julio Alves, o samba enredo da Vila Isabel para o Carnaval 2020.


Serviço


'Meus Compositores' - Leila Pinheiro Canta Chico Buarque, Gonzaguinha, Roberto Carlos e Guilherme Arantes

Participação de: João Felippe (Cavaco 5 Cordas) e Chico Alves.

Local: Sala Nelson Pereira dos Santos. Av. Visconde do Rio Branco 880, São Domingos, Niterói - Rio de Janeiro.

Data: 20/8 – Sábado

Horário: 20h

Ingressos: R$100 – Inteira / R$50 – Meia.

Venda: Sympla - https://bileto.sympla.com.br/event/75058/d/149186/s/980468 ou na bilheteria da Sala Nelson – terça e quarta, das 14h às 18h, e de quinta a domingo, 14h às 20h.

Classificação etária: Livre.

Mais informações: 21 97748-1479


Fonte: Departamento de Imprensa SMC/FAN

300x250_QuatroRodas.gif
728x90_PorqueArCondicionado.gif
Toda Palavra 077 - páginas centrais.jpg

Leia a versão digital da edição impressa do TP