top of page
banners dengue balde niteroi 728x90 29 2 24.jpg

Levantamento irá identificar fauna da Enseada de Jurujuba

O prefeito de Niterói, Axel Grael, assinou, nesta quarta-feira (11/10), a ordem de início do projeto de Inventário da Biodiversidade Faunística da Bacia Hidrográfica da Enseada de Jurujuba como fator de preservação ambiental. O projeto tem investimento de R$ 1,8 milhão do governo federal, por meio do Ministério da Justiça e Segurança Pública, e tem como objetivo produzir um catálogo de espécies animais de seis bairros que formam a Enseada de Jurujuba, promovendo educação ambiental e conhecimento da biodiversidade local.

Divulgação / Prefeitura de Niterói

O prefeito Axel Grael destacou o trabalho que vem sendo desenvolvido na cidade e que mostra bons resultados.


“A gente avançou muito no trabalho nessa enseada e agora vamos avaliar o processo de recuperação do ecossistema. Por isso essa busca por um diagnóstico e um inventário faunístico do local. Participamos de um edital com o fundo, fomos selecionados e agora estamos nesse momento de assinar a ordem de início para começar os trabalhos", explicou Axel Grael.


De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade, Rafael Robertson, essa é a concretização de um processo que dura cerca de três anos.


“Essa é uma longa batalha de um projeto que a Prefeitura concorreu junto ao Ministério da Justiça. Conseguimos nos capacitar e balizar para poder receber esse investimento e vamos realizar esse grande inventário faunístico voltado para fazer o levantamento da biodiversidade local, promovendo educação ambiental e trabalhando na comunicação dessa área tão tradicional”, afirmou o secretário.

Foto: Alex Ramos / Prefeitura de Niterói

A assinatura da ordem de início também contou com a presença dos parceiros que vão ajudar a desenvolver o projeto: o Instituto Moleque Mateiro, a Piper 3D e a Agência HQT. O representante do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Tomaz Disitzer Carvalho de Miranda, diretor do Departamento de Projetos e de Políticas de Direitos Difusos (DPPDD), também esteve presente e detalhou o esforço do governo federal para liberar os recursos.


“Esse projeto foi submetido no edital do Fundo de Direitos Difusos e a gente conseguiu desbloquear algumas questões de ordem burocrática para que o aceite de licitação pudesse sair a tempo de garantir todos os trâmites. A pauta ambiental da defesa do Meio Ambiente é uma pauta prioritária para o governo federal, para o presidente Lula, para o ministro Flávio Dino, e para o secretário Nacional do Consumidor, que é onde está o Fundo de Direitos Difusos. A gente fez esse esforço para que o projeto pudesse acontecer aqui na Prefeitura de Niterói", concluiu o representante do Ministério da Justiça e Segurança Pública.


Fonte: Coordenadoria Geral de Comunicação da Prefeitura de Niterói

Comments


Chamada Sons da Rússia5.jpg
banners dengue balde niteroi 300x250 29 2 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page