Lionel Messi não é mais jogador do Barcelona


(Reprodução)

O reinado de Lionel Messi chegou ao fim, após 778 jogos, 34 títulos, 672 gols, 288 assistências e 17 anos de história no Barcelona, além da conquista de seis Bolas de Ouro como maior jogador de futebol do mundo, em 2009, 2010, 2011, 2012, 2015 e 2019. O clube espanhol expressou seu agradecimento e anunciou a saída de seu maior ídolo em suas redes sociais nesta quinta-feira (5).

Citando "obstáculos financeiros e estruturais", o clube informou que estiveram próximos de acertar a renovação do contrato, mas problemas com o acordo do clube com La Liga impossibilitaram a permanência do craque.

"Apesar de ter chegado a um acordo entre o FC Barcelona e Leo Messi e com a clara intenção de ambas as partes de assinarem hoje (quarta-feira) um novo contrato, este não pode ser formalizado devido a obstáculos econômicos e estruturais (regulamento espanhol La Liga)", publicou o Barcelona em seu site.

O Barcelona expressou sua "total" gratidão ao jogador por "sua contribuição para o engrandecimento do clube, e lhe deseja o melhor para o futuro em sua vida pessoal e profissional".

Lionel Messi nasceu em Rosario, Argentina, mas aos 13 anos já era jogador das divisões de base do Barcelona. Após ascender nas equipes juniores, fez sua estreia profissional na equipe principal em 2004, aos 17 anos. De lá para cá, conquistou com a camisa do Barcelona dez Ligas Espanholas, quatro Ligas dos Campeões da Europa, além de quebrar inúmeros recordes individuais e coletivos.

Aos 34 anos, não se sabe ainda qual será seu próximo clube. Entre os interessados, o PSG, de Neymar, aparece como forte candidato.

300x250px.gif
728x90px.gif