Lula: 'Bolsonaro sabe que vai perder e tem medo'


(Foto: Ricardo Stuckert)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) usou uma rede social neste sábado (7) para criticar Jair Bolsonaro (sem partido). Citando os ataques feitos pelo presidente ao sistema eleitoral brasileiro, Lula disse não acreditar em golpe de Bolsonaro e que "essa loucura toda de voto impresso, é medo" de quem sabe que vai perder as eleições de 2022, frente a sua queda de popularidade refletida nas pesquisas recentes.

Lula disse que Bolsonaro teme um julgamento, pois pode se tornar inelegível se o Supremo Tribunal Federal (STF) acolher a notícia-crime encaminhada pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, pelas acusações de fraude que ele fez contra as urnas eletrônicas e ataques a membros destes tribunais.

Para Lula, Bolsonaro "transformou em adversário todo mundo que seguia a ciência" e seu comportamento é responsável por boa parte das quase 600 mil mortes provocadas pela covid-19 no país. Lula usou também o termo "genocida" para se referir a Jair Bolsonaro.

Em outro post, o ex-presidente disse que o Brasil é um país extraordinário, com um povo extraordinário e alegre, e tem um potencial para ser muito melhor. Lula disse que "luta para reconstruir nossa democracia" e relembra que, em seu governo, o País tinha a sexta maior economia do mundo. Com o tombo histórico de 4,1% do PIB (Produto Interno Bruto) em 2020, o Brasil saiu do ranking das 10 maiores economias do mundo e caiu para a 12ª colocação, segundo levantamento da agência de classificação de risco Austin Rating. Em 2019, primeiro ano do governo Bolsonaro, o Brasil ficou na 9ª posição.

Neste sábado, Bolsonaro voltou a promover motociata com apoiadores. Desta vez, o ato foi em Florianópolis, em Santa Catarina, e repetiu o discurso do voto impresso.


Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg