top of page

Lula parabeniza democracia com vitória da ultradireita na Argentina


(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva parabenizou a democracia argentina, que elegeu neste domingo (19) o candidato da ultradireita Javier Milei presidente do país. O candidato peronista e atual ministro da Economia, Sergio Massa, que teve apoio de Lula, reconheceu a derrota surpreendente - no primeiro turno, ele ganhou por uma diferença de sete pontos percentuais. Com 97,8% das urnas apuradas na noite deste domingo, Milei somou 55,80% contra 44,20% e será o novo presidente dos argentinos a partir de 10 de dezembro.


"A democracia é a voz do povo, e ela deve ser sempre respeitada. Meus parabéns às instituições argentinas pela condução do processo eleitoral e ao povo argentino que participou da jornada eleitoral de forma ordeira e pacífica", disse Lula, na rede social X.


"Desejo boa sorte e êxito ao novo governo. A Argentina é um grande país e merece todo o nosso respeito. O Brasil sempre estará à disposição para trabalhar junto com nossos irmãos argentinos", acrescentou, sem citar Milei..


Dentre as plataformas de governo mais polêmicas de Milei estão: abandonar o peso argentino em favor do dólar norte-americano, fechar o banco central do país para interromper a inflação de três dígitos e romper relações com o Brasil.


Durante a campanha, Milei foi comparado a políticos de extrema direita como o ex-presidente norte-americano Donald Trump e o ex-presidente brasileiro Jair Bolsonaro. O futuro presidente argentino define-se como libertário e anarcocapitalista e declarou-se defensor de ideias como a comercialização de órgãos e a livre venda de armas. Durante o segundo turno, criticou o Papa Francisco, a quem chamou de comunista.

.

Javier Milei será o 12º presidente em 40 anos de democracia na Argentina, sucedendo o peronista Alberto Fernández.


Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page