Lula: Pompeo em Roraima foi afronta à soberania do Brasil


(Fotos Públicas)

O ex-presidente Lula usou sua conta no Twitter para criticar o que ele sugere ser submissão do governo Bolsonaro aos interesses de Donald Trump na América Latina que ameaçam provocar uma guerra contra a Venezuela, país detentor das maiores reservas de petróleo do mundo com mais de 300 bilhões de barris.

"Foi um desrespeito frontal à soberania do Brasil a atitude do ministro das Relações Exteriores, ao dar palco a descabidas declarações belicistas sobre a Venezuela feitas em Roraima pelo secretário de Estado norte-americano Mike Pompeo", afirmou o ex- presidente.

Lula lembrou também que o povo brasileiro não apoiaria uma guerra a partir do território nacional e se referiu à tradição diplomática belicista de governos dos Estados Unidos para frisar que esse tempo acabou.

"O povo brasileiro não quer uma guerra norte-americana por petróleo na América do Sul, ainda mais a partir do nosso território. Queremos paz e cooperação com nossos vizinhos. A era do porrete acabou", frisou.

O ex-presidente reforçou a importância da reação do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que afirmou que a visita de Mike Pompeo, a local próximo da fronteira com a Venezuela, não condiz com a “boa prática diplomática” e afronta a herança de autonomia da política externa e de defesa do Brasil.

"Considero importante que o Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, tenha repudiado tal afronta e relembrado nossa tradição diplomática, consagrada pelo artigo 4 Constituição tão desprezada pelo governo Bolsonaro", enfatizou.


300x250px.gif
728x90px.gif