top of page

Lula quer participação de Simone Tebet para 'reconstruir o Brasil'


(Foto: Ricardo Stuckert)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sugeriu nesta sexta-feira (7) a participação da senadora Simone Tebet (MDB) no futuro governo, caso seja eleito presidente em 30 de outubro. Após ter acatado as propostas que a terceira candidata mais votada no primeiro turno apresentou a ele como condição para ajudar na campanha do segundo turno, Lula disse disse, durante encontro entre eles em São Paulo, esperar que Tebet "esteja junto para executar o que propõe".


"Essa tua decisão de apoiar a nossa candidatura, eu queria que você soubesse que não é só uma decisão de apoiar a candidatura. É uma decisão que eu penso que você vai levar ela ao ponto de saber que nós precisamos de você para ajudar construir e reconstruir o Brasil", disse Lula em pronunciamento a imprensa.


Na quarta-feira (5), em vídeo com grande repercussão nacional, Simone Tebet declarou "total apoio" à candidatura e a um eventual novo governo Lula. Ela ficou em terceiro lugar na corrida presidencial, obtendo 4,16% dos votos válidos (mais de cinco milhões de votos) no primeiro turno disputado no último domingo (2).


Questionada se fará interlocução com o agronegócio, setor que, em grande parte, apoia o presidente Jair Bolsonaro, Tebet disse que vai "agir onde for útil".


"Missão não se escolhe, se cumpre", afirmou a senadora que é de família ligada ao agronegócio. E declarou ainda: “O que nos une é o amor mais profundo ao Brasil, o nosso respeito incondicional à democracia, aos valores e princípios estabelecidos na Constituição.”


No final da tarde desta sexta-feira, o Instituto Datafolha divulgou uma nova pesquisa de intenção de votos para o segundo turno, e no resultado Lula tem 49% enquanto Bolsonaro tem 44% de intenções de voto. Indecisos somam 2%, e brancos e nulos, 6%.

300x250px.gif
728x90px.gif