top of page

Mais de 40 animais silvestres em cativeiro são resgatados no Rio

O Governo do Estado do RJ resgatou mais de 20 aves de diversas espécies, mantidas em um sítio em Vargem Grande, durante uma operação conjunta que reuniu as secretarias de Estado do Ambiente e Sustentabilidade, de Polícia Militar e de Polícia Civil, além do Instituto Estadual do Ambiente, nesta quinta-feira, dia 14 de março. O dono do sítio onde estavam os animais foi detido e autuado por crimes ambientais.

"É inadmissível permitir que criminosos atuem traficando esses animais, que ficam em cativeiros, com maus tratos e tortura. É uma determinação da nossa gestão manter a vigilância e agir com inteligência para coibir essa prática é punir exemplarmente os responsáveis. Hoje, nossas equipes estão de parabéns", comemorou o governador Cláudio Castro.


Ao todo foram resgatados 24 animais nativos: cinco araras, oito tucanos, oito jabutis, dois papagaios, uma maritaca e dois macacos pregos. O homem preso na ação também foi multado em cerca de R$ 14 mil pelo cativeiro ilegal de animais silvestres. Ele foi autuado ainda por construção em Área de Preservação Permanente e Captação Irregular de Recurso Hídrico, o que gerou outra multa de aproximadamente de R$ 24 mil.


A ação contra a caça e o tráfico ilegal de animais silvestres aconteceu em Vargem Grande, na capital Fluminense, a partir de extenso trabalho de inteligência e estratégia desempenhado pelos técnicos e policiais dos órgãos.


"Estou muito orgulhoso de assumir a missão de intensificar as ações em benefício do ambiente no RJ e faço questão de parabenizar nossos técnicos e os policiais que se dedicaram por semanas para que essa operação fosse um sucesso. O que a gente precisa ressaltar é que além do intenso trabalho de investigação e inteligência, temos a fundamental participação da população que denuncia essas práticas ilegais e contribui para garantirmos a preservação do ambiente e um estado e um planeta mais saudável", afirma o secretário de Estado do Ambiente e Sustentabilidade, Bernardo Rossi.


Confira a galeria de imagens da operação (Fotos de Fabiano Veneza / Governo do Estado do Rio):

Os técnicos também recolheram 17 espécies exóticas, como os cinco Ring Neck, quatro Tigres d’água (cágados), um pavão, um pombo, uma rosela e duas calorias. Os animais resgatados passarão por avaliações e pelos cuidados veterinários necessários para que tenham condições de retornar à natureza com a saúde restabelecida.


O Comando de Polícia Ambiental e a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, assim como a Superintendência de Combate aos Crimes Ambientais e as gerências de Fauna, de Unidades de Conservação e de Fiscalizações Ordinárias seguirão o trabalho conjunto para a identificação dos responsáveis pelo crime ambiental.


Denúncias de crimes ambientais em todo o estado do Rio de Janeiro podem ser feitas ao Linha Verde por meio dos telefones 0300 253 1177 (interior, custo de ligação local), 2253-1177 (capital), no aplicativo para celular “Disque Denúncia Rio”, onde usuários com sistema operacional Android ou iOS podem denunciar anexando fotos e vídeos, com a garantia de anonimato.


Fonte: Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page