Major do Exército é vítima de ofensas após se revelar trans


O assunto que dominou as redes sociais militares no último fim de semana foi a revelação da identidade de gênero de uma major do Exército Brasileiro. Formada no curso de Infantaria da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman) em 2004, major Seixas fez transição de gênero e hoje se chama Renata Gracin, ainda não tendo dado baixa.

Em seu Facebook e Instagram, a major Renata desabafou: “Hoje acordei com minhas redes sociais lotadas de notificações. O dia que eu sabia que iria chegar, chegou! Estou sendo exposta em grupos de WhatsApp do Brasil todo, o que não me abala. Sou uma lutadora da causa LGBTQI+ e defensora dos direitos humanos. Sou Major do Exército Brasileiro e minha luta continua”, disse.

A primeira turma com mulheres na Aman só foi aberta em 2018.

A descoberta da mudança pelos colegas de farda causou grande polêmica de fato.

Nos comentários favoráveis, vários internautas manifestaram solidariedade e parabenizaram Renata pelo processo de transição.


300x250_QuatroRodas.gif
728x90_PorqueArCondicionado.gif
Toda Palavra 076 - p 4-5.jpg

Leia a versão digital da edição impressa do TP