'Mamata card': Bolsonaro tem excesso de folgas e férias


(Foto: Alan Santos/PR)

A Folha de S. Paulo publicou no domingo (29) uma lista extensa de quantas vezes o presidente Jair Bolsonaro (PL) decidiu "curtir a vida adoidado" com feriadões, folgas autoconcedidas e dias de expediente normal convertidos em lazer.

Partiu feriadão? Segundo a reportagem, ao todo, Bolsonaro já pegou 15 férias e feriadões fora de Brasília. Para os amantes de futebol, a lista de vezes que o presidente viu de camarote partidas do Flamengo, Botafogo, Palmeiras e Santos, por exemplo, é de dar inveja. Sem contar em jogos de seleções! Foram 15 partidas imperdíveis.

Bolsonaro assiste ao Jogo Flamengo x Atlético PR no Estádio "Mané Garrincha" (Foto: Carolina Antunes/PR)

E não faltaram também passeios a cavalo ou de motocicleta - as chamadas "motociatas". Ao todo, foram 33 eventos como esses em seus três anos e cinco meses de poder.

Se comparadas as folgas do tenente reformado como capitão do Exército com as dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, as dos petistas foram em quantidades bem mais modestas: Lula com três folgas e Dilma com sete.

As regalias de Bolsonaro foram contadas, e os questionamentos, como a existência de um "mamata card", vieram à tona no Twitter, onde o presidente virou "vagabundo da República".

Veja a seguir alguns exemplares da repercussão de que Bolsonaro enforca dias úteis e faz do lazer uma rotina de um presidente mal avaliado em todas as pesquisas eleitorais divulgadas até agora.

O deputado federal Orlando Silva (PCdoB-SP) foi ainda mais contundente.


Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg