top of page
banners dengue balde niteroi 728x90 29 2 24.jpg

Maricá recebe viatura para fortalecer fiscalização ambiental

A Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Cidade Sustentável, recebeu na última sexta-feira (12/5) uma viatura para reforçar as ações de fiscalização ambiental na cidade. A entrega aconteceu em cerimônia realizada no Palácio Guanabara, Zona Sul do Rio, e foi feita pelo governador em exercício e secretário de Estado do Ambiente e Sustentabilidade, Thiago Pampolha.

Divulgação

A iniciativa faz parte das ações do Programa de Apoio às Unidades de Conservação Municipais (ProUC), do Governo do Estado do Rio de Janeiro, que entregou, ao todo, 81 viaturas para diversos municípios, com foco na ampliação da capacidade de fiscalização e monitoramento das áreas protegidas. Participaram da entrega, no Palácio Guanabara, o subsecretário de Cidade Sustentável, Guilherme Mota, e o presidente da Câmara Municipal de Maricá, vereador Aldair de Linda.


“Maricá possui mais de 65% do seu território inserido em unidades de conservação municipais e estaduais. Somente o Refúgio de Vida Silvestre possui nove mil hectares, extensão maior que a do município de Búzios e duas vezes maior que o Parque Nacional da Tijuca. A viatura vai contribuir em diversas ações da secretaria, como nas rondas de fiscalização, no combate a atividades ilegais como caça, pesca e extração de recursos, além de monitorar e prevenir incêndios florestais”, destacou o secretário de Cidade Sustentável, Helter Ferreira.


Ao todo, 81 picapes 4×4 foram doadas aos municípios de Angra dos Reis, Arraial do Cabo, Barra Mansa, Rio das Ostras, Santa Maria Madalena, Queimados, São Fidélis, Conceição de Macabu, Itaguaí, Nova Iguaçu e Silva Jardim.


Programa de Apoio às Unidades de Conservação Municipais (ProUC)


O ProUC, criado em 2009, tem o objetivo de apoiar as gestões ambientais municipais nas ações de proteção das Unidades de Conservação. O foco principal é aumentar o quantitativo de hectares das áreas protegidas, melhorar a qualidade, estimular a conectividade com as demais UCs (estaduais e federais) e auxiliar os municípios com orientações técnicas, tanto para a criação quanto para a gestão desses espaços.


Refúgio de Vida Silvestre de Maricá


O Refúgio de Vida Silvestre de Maricá abriga mais de 170 espécies de animais, entre mamíferos, aves e roedores, em uma área que corresponde a 25% do total da cidade. Por meio do projeto Monitoramento da Fauna (Mofama), a Secretaria de Cidade Sustentável levanta dados que são utilizados em pesquisas sobre as áreas naturais protegidas da cidade.


Além disso, sua finalidade é também de avaliar a efetividade das Áreas Naturais Protegidas para a conservação da biodiversidade por meio de apanhamento e análise contínua das tendências populacionais de diferentes espécies.


O monitoramento já identificou a presença de diversos animais silvestres no município, entre eles quatis, tamanduá, sagui, cachorro-do-mato, gambás, pica-pau, jacu (ave) sabiás, morcegos, lagartos, entre outros. Também foi possível um registro raríssimo de uma onça-parda. A espécie era considerada extinta há mais de um século na área litorânea, onde foi flagrada por armadilhas fotográficas. Segundo maior felino do Brasil, a suçuarana é menor apenas que a onça-pintada e, arredia, não se deixa flagrar com facilidade.


O refúgio natural, onde a onça foi flagrada, fica localizado nas Unidades de Conservação da cidade – também compostas pela Área de Proteção Ambiental Municipal das Serras de Maricá, o Monumento Natural Municipal da Pedra de Inoã e o Monumento Natural Municipal da Pedra de Itaocaia.


Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Maricá

Comments


Chamada Sons da Rússia5.jpg
banners dengue balde niteroi 300x250 29 2 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page