Mike Tyson confessa sua luta mais dura e ter lutado drogado


(Foto: Wikipedia)

O ex-campeão de boxe dos pesos pesados ​​Mike Tyson se abriu sobre o adversário mais difícil que enfrentou ao longo de sua carreira.

"Eu. Essa tem sido minha luta mais difícil desde o início", disse ele sem hesitar, respondendo a uma pergunta do campeão mundial super galo unificado Stephen Fulton Jr. em um episódio recente de 'Hotboxin', o talk show Tyson no YouTube.

O lendário boxeador afirmou ter tido "muitas grandes lutas" e trouxe rivais como Donovan Ruddock, Lennox Lewis e Evander Holyfield (contra os dois últimos ele perdeu). "Vejo algumas das minhas derrotas como minhas melhores lutas também", disse ele sobre o assunto, acrescentando que considerou essas falhas como parte de um "processo de aprendizado".

Falando de suas lutas, Tyson relembrou uma vez o boxe sob a influência da maconha. Foi contra Andrew Golota, em 2000, quando o polonês sofreu uma fratura na bochecha e uma concussão. Mike alegou que quebrou a órbita ocular e a mandíbula e confessou não ter treinado para aquela luta porque "não valeu a pena".

Golota foi demolido no primeiro round e, embora tenha pedido seu córner para parar o confronto, durou até o terceiro round, quando o europeu se recusou definitivamente a continuar.

Em outro segmento, Tyson foi questionado sobre como ele conseguiu se manter humilde em meio a toda a fama e fortuna que o cercavam nos dias em que ele era imbatível. "Acho que ele era humilde (...) Ficou claro para mim que ele não era Deus, embora as pessoas me dissessem que ele era. Eu era apenas um homem de rua preto que era abençoado, só isso. Nem mais, nem menos", disse ele.


Com a Sputnik

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg