Ministro da Saúde mente e infla dados sobre vacinação


Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga mentiu e inflou dados falando à OMS (Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado)

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nesta segunda-feira (24) em sua fala na assembleia ministerial anual da Organização Mundial de Saúde (OMS) que o Brasil vacinou 55 milhões de pessoas. Na verdade, o Brasil conseguiu aplicar a primeira dose de vacina contra Covid-19 até agora em 42.539.769 pessoas. Desse total, 20.935.857 já receberam a segunda dose.

"Hoje nossa maior esperança para permitir o retorno gradual e seguro à normalidade é a ampla vacinação. Até o momento o SUS já distribuiu mais 90 milhões de doses de vacinas e vacinou 55 milhões de pessoas", disse Queiroga durante a assembleia da OMS.

O Brasil atingiu 450 mil mortes nesta segunda-feira, com 20% da população com pelo menos uma dose de vacina. No entanto, o país ainda não chegou a 10% (9,89%) da cobertura vacinal completa, ou seja, de brasileiros com as duas aplicações.

O ministro disse também à OMS que o Brasil defende a "firme recomendação" de medidas contra a Covid-19. Isso, um dia depois de o presidente Jair Bolsonaro reunir grande público em um ato político no Rio de Janeiro. Em cima de um caminhão de som, o presidente, ministros, inclusive o ex-da Saúde, Eduardo Pazuello, e políticos bolsonaristas não usavam máscaras, assim como quase todas as pessoas presentes na manifestação contra as medidas de restrições para conter o avanço da Covid-19 adotadas por governadores e prefeitos.

"Investimos recursos financeiros na saúde e na retomada da economia. A isso somamos nossa firme recomendação de medidas não farmacológicas para toda nossa população", disse Queiroga.

Brasil passa marca de 450 mil mortes

Nesta segunda-feira, o Brasil ocupa o 2º lugar entre os países que mais registraram mortes por Covid-19 até agora, segundo o mapa mundial do coronavírus da Universidade Johns Hopkins. Os cinco países que registraram mais óbitos são: Estados Unidos (590.262), Brasil (450.026), Índia (303.720), México (221.647) e Reino Unido (127.986).

De acordo com o consórcio da imprensa brasileiro, o Brasil foi o segundo pais com mais mortes por Covid-19 (13.317) ao longo dos últimos sete dias. Os cinco países com maiores números absolutos em óbitos por Covid-19 nesta semana foram Índia, Brasil, Estados Unidos, Argentina e Colômbia.



Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg