top of page
banner niteroi carnaval 780x90px 16 02 24.jpg

Moeda Arariboia completa dois anos

O pagamento do mês de dezembro da Moeda Social Arariboia, programa de transferência de renda da Prefeitura de Niterói, será realizado nesta segunda-feira, dia 11. Lançada em novembro de 2021 e com seu primeiro crédito em janeiro de 2022, a Moeda Arariboia completa dois anos de criação e 12 meses seguidos de recargas.

Foto: Berg Silva / Arquivo / Prefeitura de Niterói

O benefício de transferência de renda permanente é uma das ações municipais no combate às desigualdades sociais, fomento ao desenvolvimento econômico e social das comunidades e promoção de meios para atingir a erradicação da pobreza e a geração de emprego e renda para as camadas mais vulneráveis.


O investimento anual da Prefeitura de Niterói no benefício é R$ 200 milhões. A Moeda Arariboia alcança atualmente mais de 92 mil pessoas. O valor do benefício varia conforme o número de membros da família. O valor inicial, para o primeiro membro, é de 293 Arariboias. A partir daí, cada membro recebe um adicional de 106 Arariboias por pessoa até mais cinco pessoas, totalizando 6 integrantes de uma mesma família, com valor máximo de 823 Arariboias, para famílias com seis membros ou mais.


"São dois anos de prestação de serviço à população que mais precisa, através deste programa que beneficia aproximadamente 37 mil famílias que estão cadastradas no CadÚnico e que fazem parte do recorte de renda que as classifica como em situação de vulnerabilidade ou extrema vulnerabilidade. Para nossa cidade, a Moeda Arariboia, há dois anos, é motivo de orgulho", declara o prefeito.

Para ser elegível ao programa, a família precisa estar dentro do corte de renda que configure a situação de pobreza ou extrema pobreza definida pelas regras do Bolsa Família (R$ 218 por pessoa), além de ser cadastrada no CadÚnico, atualizado pelo Governo Federal, de onde é extraída a base de dados do programa.


Mais do que um programa social de transferência de renda, a Moeda Social busca capacitar os beneficiários em oficinas de capacitação e geração de renda nas unidades dos Bancos Arariboias, de forma a dar um caminho para que as famílias possam ter novas oportunidades.

Os comerciantes e prestadores de serviços também são foco da Moeda Social já que a moeda só é válida na cidade e grande parte dos beneficiários em vulnerabilidade social vivem nas regiões periféricas. A cidade conta com mais de 5,7 mil empreendimentos cadastrados e aptos a aceitarem pagamento em Arariboia. Já foram feitas através do programa 3 milhões de transações pagas com Arariboia que movimentou mais de R$ 257 milhões nos comércios locais.

Fonte: Coordenadoria Geral de Comunicação da Prefeitura de Niterói

Chamada Sons da Rússia5.jpg
banner niteroi carnaval 300x250px 16 02 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page