top of page
banners dengue balde niteroi 728x90 29 2 24.jpg

'Monstro' Jairinho indiciado por agressões a outra criança


O vereador Dr. Jairinho quando foi preso pela polícia pelo assassinato do menino Henry (Reprodução)

Preso acusado pelo Ministério Público pelo assassinato do menino Henry, de 4 anos, o ainda vereador Dr. Jairinho foi indiciado mais uma vez, agora por agressões contra o filho da então amante Débora Melo Saraiva, que também foi indiciada por omissão. Quando sofreu as agressões, em 2016, o menino Enzo tinha apenas 3 anos de idade. A polícia apurou, após depoimentos do menino e da irmã, que as agressões foram "por sufocamento com saco na cabeça, pisões na barriga e uma grave fratura de fêmur".

Jairinho e Débora começaram a se relacionar no final de 2014 e ficaram juntos mesmo após as agressões até o fim de 2020, com encontros esporádicos em 2021. Segundo a polícia, a mãe preferiu "fingir que nada aconteceu com seu filho".

O depoimento de Enzo serviu de base para a polícia descobrir as agressões e um outro episódio no qual Enzo teve a perna quebrada na altura do fêmur, e no qual Jairinho e Débora alegaram se tratar de um “acidente automobilístico”.

“Com medo, a criança vomitou no carro e, na tentativa de fugir, caiu do veículo e sofreu a lesão grave, ficando imobilizado com gesso por cerca de dois meses”, disse o delegado do caso, Adriano França, citado pelo G1.

Além da fratura, foi constatado no prontuário do Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, que Enzo tinha hematomas nas bochechas e assaduras nos glúteos, “comprovando que a criança foi vítima de um algoz implacável”, segundo a polícia.

Em depoimento, a ex-empregada da mãe do menino, de nome Valéria, contou que a avó de Enzo só se referia a Jairinho como "o monstro".

Comments


Chamada Sons da Rússia5.jpg
banners dengue balde niteroi 300x250 29 2 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page