top of page

Moraes afasta governador do DF do cargo por 90 dias


Acatando pedido do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e da Advocacia-Geral da União, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandr de Moraes, decidiu, no início da madrugada desta segunda-feira, 9, afastar do cargo o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, pelo prazo de 90 dias.

Segundo o ministro, os atos terroristas protagonizado por bolsonaristas neste domingo, 8, tiveram a anuência do governo do Distrito Federal, considerando que as ações preparatórias dos golpistas eram de conhecimento público. Hordas terroristas, que apoiam o ex-presidente Jair Bolsonaro e não aceitam o resultado das últimas eleições, invadiram e depredaram as sedes dos três poderes da República: o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e o Supremo Tribunal Federal.

Classificando os atentados como "desprezíveis", Alexandro de Moraes afirmou que esses fatos não ficarão impunes.

“A escalada violenta dos atos criminosos resultou na invasão dos prédios do Palácio do Planalto, do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal, com depredação do patrimônio público, conforme amplamente noticiado pela imprensa nacional, circunstâncias que somente poderiam ocorrer com a anuência, e até participação efetiva, das autoridades competentes pela segurança pública e inteligência, uma vez que a organização das supostas manifestações era fato notório e sabido, que foi divulgado pela mídia brasileira", escreveu Moraes na decisão.

300x250px.gif
728x90px.gif
bottom of page