top of page

Moraes autoriza volta de Ibaneis Rocha ao governo do DF


(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, atendendo a um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), autorizou nesta quarta-feira (15) o retorno do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), ao cargo.


Na decisão, Moraes disse que a investigação do caso não mostra indícios de que Ibaneis estaria impedindo o trabalho de apuração ou destruindo provas. Dessa forma, o ministro entendeu que não há justificativa para manter o afastamento do governador.


"O momento atual da investigação – após a realização de diversas diligências e laudos – não mais revela a adequação e a necessidade da manutenção da medida, pois não se vislumbra, atualmente, risco de que o retorno à função pública do investigado Ibaneis Rocha Barros Júnior possa comprometer a presente investigação ou resultar na reiteração das infrações penais investigadas", diz o ministro do STF na decisão.


Ibaneis foi afastado em 9 de janeiro, por decisão do próprio Moraes, após as invasões golpistas de bolsonaristas que provocaram destruição nos prédios do Congresso, do STF e do Palácio do Planalto, um dia antes.


Por achar que Ibaneis foi omisso na condução da segurança das sedes dos três Poderes, Moraes afastou o governador do cargo imediatamente por 90 dias. Em seu lugar, ficou Celina Leão (PP), que foi eleita vice-governadora.


No entanto, a decisão de Moraes, não afasta as investigações contra o emedebista. Ibaneis poderá novamente ser afastado caso o Judiciário entenda que ele, de alguma forma, trabalhou para dificultar as investigações.

Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page