top of page
banner niteroi carnaval 780x90px 16 02 24.jpg

Moraes determina que Torres faça exame de sanidade mental

A situação do ex-ministro da Justiça do governo Bolsonaro, Anderson Torres, não para de se complicar. No fim da tarde desta sexta-feira (28/4), diante das alegações da defesa de que a saúde psicológica de Torres estaria abalada — os advogados chegaram a apelar citando risco de suicídio — o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que o ex-secretário de Segurança do DF seja submetido a um exame de sanidade mental. A decisão foi tomada depois que o ministro Luís Roberto Barroso negou o pedido de soltura feito pela defesa.

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Os advogados argumentam que Anderson Torres vem apresentando problemas psicológicos, depressão e "lapsos de memória". Moraes determinou a medida depois que Torres forneceu senhas falsas à Polícia Federal, para acesso dos dados em nuvem do celular que ele diz ter "perdido" nos Estados Unidos. Segundo a defesa, as chaves incorretas seriam resultado do estado emocional do ex-ministro, que está preso há 100 dias, e estaria sofrendo "comprometimento cognitivo".

O ministro Alexandre de Moraes deu um prazo de 48 horas para que a Secretaria de Administração Penitenciária do Distrito Federal (DF) realize o exame e informe o resultado. Se constatado transtorno mental, o órgão deverá avaliar se possui condições para garantir a saúde do ex-ministro. Ele poderá ainda, dependendo da situação, ser transferido para um hospital penitenciário. Moraes adiantou que a prisão domiciliar está fora de questão.

Chamada Sons da Rússia5.jpg
banner niteroi carnaval 300x250px 16 02 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page