Moro agora é pré-candidato ao Senado pelo Paraná


(Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)

O ex-juiz federal do Paraná e ex-ministro da Justiça do governo Bolsonaro, Sergio Moro, anunciou nesta terça-feira (12) sua candidatura ao Senado pelo estado do Paraná. A informação é do Globo.

"Como nos tempos de juiz, escutei muito e tomei minha decisão: sou pré-candidato ao Senado pelo Paraná, a minha terra. Precisamos de renovação e mudança. Eu acredito que, a partir do Paraná, podemos criar novas leis, fazer cumprir aquilo que é justo na legislação atual e fiscalizar o executivo com rigor", afirmou Moro, citado pela mídia, depois de uma tortuosa jornada entre partidos tendo como foco a presidência da República e depois a Câmara dos Deputados.

Durante o discurso, o ex-ministro ainda disse que o país pode ter "anos difíceis" pela frente e que será preciso "lideranças que não se omitam e não sumam no cenário político".

A decisão ocorre pouco mais de um mês após o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) barrar a transferência do domicílio eleitoral de Moro para a capital paulista, impossibilitando sua candidatura pelo estado paulista, por onde achava que teria mais visibilidade nacional e peso político em caso de ser eleito.

A "estrada" do ex-ministro da Justiça foi longa até chegar à resolução de se candidatar ao Senado. No final do ano passado, Moro se filiou ao Podemos tendo como pano de fundo a candidatura à presidência da República. Com desempenho pífio nas pesquisas eleitorais, logo encontrou resistência interna no partido, e o sonho de virar presidente do Brasil quase virou pesadelo. A hipótese de tornar-se candidato ao Senado pelo Podemos também logo naufragou ao entrar em rota de colisão com Álvaro Dias, um dos principais quadros do partido e já senador pelo estado do Paraná.

Menos de cinco meses depois, em março deste ano, se filiou ao União Brasil, sigla na qual enfrentou barreiras e resistência para tentar a cadeira da presidência e foi indicado, na época, de que concorreria, no máximo, a deputado federal. Nesta terça, finalmente o ex-juiz da chamada "República de Curitiba" oficializou a pré-candidatura para o Senado Federal e terá como principal concorrente no estado justamente Álvaro Dias, que o convidou para ingressar no Podemos para disputar a Presidência da República.

Um levantamento realizado pelo instituto IGR Pesquisa aponta que Moro está dez pontos percentuais atrás de Álvaro Dias, que lidera as intenções de votos ao Senado com 32% da preferência do eleitorado paranaense.

300X350px_Negra.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
728X90px (2).gif