Moro perde na Justiça e não poderá ser candidato em SP


(Foto: Lula Marques/Agência PT)

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) rejeitou nesta terça-feira a transferência do domicílio eleitoral do ex-juiz Sergio Moro (União Brasil) para São Paulo. Com a derrota, Moro não poderá ser candidato a nenhum cargo nas eleições deste ano pelo estado de São Paulo.

A decisão atendeu ao recurso do diretório do Partido dos Trabalhadores contra a decisão da 5ª Zona Eleitoral da capital paulista, que aprovou a transferência de domicílio eleitoral do ex-juiz de Curitiba para a cidade de São Paulo. Na ação, o partido argumenta que o ex-ministro do governo Jair Bolsonaro (PL) "não possui vínculos com o estado de São Paulo, tampouco, com a cidade" e ainda teria apresentado o endereço de um hotel para comprovar vínculo residencial.

Moro era cotado para disputar a presidência da República e, após ser rifado do Podemos, pretendia concorrer a uma vaga de deputado federal ou senador, após o seu novo partido, o União Brasil, também ter lhe fechado as portas para uma candidatura presidencial.

Ganhe_Ate_300x250px.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
Aumentou_728x90px.gif