top of page

Morre a 2a vítima do incêndio na loja de armas


A fumaça saiu inicialmente pela sobreloja do estabelecimento, onde um curto-circuito pode ter originado o incêndio

Sebastião Erthal Neto, de 74 anos, se tornou a segunda vítima fatal do incêndio na loja de armas Nit Army, no Centro de Niterói. Depois de ficar internado por quatro dias em estado grave, primeiramente no Hospital Estadual Azevedo Lima e depois no Hospital Geral do Ingá, para onde foi transferido, ele não resistiu aos ferimentos e morreu na manhã desta sexta-feira, 2.

A primeira vítima fatal foi Alexandre Calvet, de 53 anos, o único funcionário da loja atingido pelo fogo. Ele morreu na segunda-feira, 28, mesmo dia do incêndio. e foi enterrado no Cemitério do Maruí, no Barreto. Os outros três feridos - o policial militar Everton Gil Passos da Silva, de 33 anos, Willy Jonatan Monteiro de Paula, de 25 anos, e Maurício Torres Ardigo, de 43 anos - foram internados no Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, onde estavam em estado estável.

A loja, localizada na Rua Visconde de Sepetiba, voltou a abrir ontem, quando teve liberação das autoridades para funcionar no primeiro andar, depois de passar por perícia. A sobreloja, onde teria originado o fogo, foi a parte mais afetada. A hipótese mais aceita até o momento é que um curto-circuito provocou o incêndio, mas a polícia continua investigando para descartar todas as outras possibilidades, inclusive de negligência.

300x250px.gif
728x90px.gif
bottom of page