Morre Elza Soares, aos 91, na mesma data que Garrincha


(Divulgação)

Morreu nesta quinta-feira, 20, a cantora Elza Soares, no Rio de Janeiro, aos 91 anos. Uma das vozes mais marcantes da música brasileira, considerada a "voz do milênio" em uma pesquisa da rádio BBC de Londres, feita em 1999.

"É com muita tristeza e pesar que informamos o falecimento da cantora e compositora Elza Soares, aos 91 anos, às 15 horas e 45 minutos em sua casa, no Rio de Janeiro, por causas naturais", diz o comunicado enviado pela assessoria.

A cantora que emocionou o mundo com sua voz rouca, única, morreu na mesma data (20 de janeiro), que, em 1983, morreu o ex-jogador Garrincha, craque do Botafogo e da Seleção Brasileira, que foi seu companheiro entre as décadas de 1960 e 1970.

Ela e Garrincha tiveram um único filho juntos, batizado Manoel Garrincha dos Santos, o Garrinchinha, que morreu em um acidente de carro em 1986, aos 9 anos de idade. A cantora ainda perdeu outros três filhos - dois deles, de inanição, ao nascer, quando ela tinha apenas 13 anos de idade; o outro, Gilson, morreu por complicações decorrentes de uma infecção urinária, aos 59 anos, em 2015.

Ao longo de sua gloriosa carreira, Elza sempre repetia que enfrentou a pobreza, o preconceito, o racismo e a dor, e sempre venceu, poque sempre acreditou e lutou.

Em novembro de 2010, Elza protagonizou um dos momentos mais marcantes e emocionantes da música nacional, ao interpretar a canção "Meu Guri", de Chico Buarque, ao lado do Grupo Nós do Morro, no Rio de Janeiro. A interpretação diz muito quem foi Elza Soares, sobretudo suas causas de luta. (Assista ao vídeo no final da matéria)

Flamengo e Botafogo: homenagens

Elza recebeu várias homenagens, entre elas, a do Flamengo, seu clube de coração, e do Botafogo, pela sua relação marcante com o maior craque de todos os tempos do clube.

"O Clube de Regatas do Flamengo lamenta profundamente a morte da magnífica cantora Elza Soares. Rubro-negra de coração, ela nos deixa no mesmo dia em que o craque Garrincha, seu grande amor, se foi há 39 anos", publicou o clube, com uma foto da cantora vestindo a camisa rubro-negra.

"O Botafogo lamenta a morte da cantora e compositora Elza Soares, ícone para a música popular brasileira, e ex-esposa de Mané Garrincha, ídolo alvinegro e maior jogador de todos os tempos. Por ironia do destino, ela nos deixa em um 20 de janeiro, mesmo dia que o craque se foi", publicou o clube alvinegro, com duas fotos com imagens dela e de Garrincha.




Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg