Morre Helter Barcellos, criador de escolas e faculdades


Morreu nesta segunda-feira, 4, o professor Helter Jeronymo Barcellos, aos 84 anos. Atualmente, Helter era presidente do abrigo Cristo Redentor, no Centro de São Gonçalo. O professor chegou a ser internado no sábado, 3, com respiração ofegante. Após fazer os exames, não foi constatado nenhum problema e ele se sentia bem. Morreu enquanto dormia. Ainda não há confirmação sobre a causa da morte.


O professor deixa um legado de ampla contribuição para a educação de São Gonçalo, Niterói e do estado do Rio.


Helter Barcellos foi um dos proprietários do antigo e histórico Colégio São Gonçalo; fundador do Instituto Cultural Brasil-Estados Unidos (ICBEU) de São Gonçalo; fundador e primeiro diretor da Faculdade de Formação de Professores (FFP) da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), localizada no Paraíso, em São Gonçalo; fundador e presidente do Instituto Gonçalense de Memória, Pesquisa e Promoções Culturais; fundou e organizou o Colégio Auxiliadora; fundou e foi o primeiro diretor da Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense (Uff); foi fundador da Academia Gonçalense de Letras; foi presidente do Sindicato de Estabelecimentos de Ensino do Estado do Rio de Janeiro; organizou e foi presidente por vinte e cinco anos da Aliança Francesa de São Gonçalo; foi membro honorário do Instituto de Histórico e Geográfico de São Gonçalo; foi membro fundador da Academia Fluminense de Educação; presidiu o Rotary Club de São Gonçalo; foi presidente do Conselho Estadual de Educação durante o governo Geremias de Mattos Fontes (1967-1971); foi secretário de educação de Niterói no governo do ex-prefeito Waldenir Bragança (1983-1988) e também secretário de educação de São Gonçalo (2001-2004) no governo do ex-prefeito Henry Charles.

1/3
300x250px.gif