Morre menina que foi imprensada por carro alegórico no Sambódromo


A menina Raquel Antunes da Silva, de 11 anos, que sofreu um acidente com um carro alegórico de escola de samba Em Cima da Hora na noite de quarta-feira (20), morreu no início da tarde desta sexta-feira (22). A morte foi confirmada pela direção do Hospital Municipal Souza Aguiar, onde ela estava internada.

Segundo a direção do hospital, a morte ocorreu às 12h10 após ela ter passado por uma cirurgia que durou cerca de oito horas, em que foi amputada uma das pernas.

Raquel subiu no carro alegórico para tirar fotos no momento em que o carro manobrava na saída da Praça da Apoteose, e acabou imprensada entre a estrutura e um poste quando o veículo se movimentou.

A Polícia Civil está investigando o acidente. Foi realizada perícia no local, que fica fora do Sambódromo, e imagens de câmeras de segurança estão sendo analisadas para esclarecer o que aconteceu.

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) se pronunciou em nota e pediu que os carros alegóricos sejam escoltados por seguranças no momento da dispersão, já fora do Sambódromo, quando é comum que o público no entorno entre em contato com as alegorias.

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg