MP estoura esquema de venda de carne de cavalo no RS


(Reprodução)

Uma operação do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS) desarticulou, nesta quinta-feira (18), um esquema de venda clandestina de carne de cavalo que era comercializada como carne bovina para hamburguerias e restaurantes da Serra Gaúcha. Seis integrantes do grupo acusado de abater e comercializar equinos foram presos. Foram cumpridos ainda 15 mandados de busca e apreensão no município de Caxias do Sul.

De acordo com o MP-RS, o grupo não possui autorização para o abate e a comercialização de nenhum tipo de carne, e assim mantinha as atividades de armazenamento e comercialização sem qualquer fiscalização.

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MP-RS apurou, através de conversas interceptadas com autorização da Justiça, que o grupo investigado abastecia estabelecimentos da cidade com cerca de 800 kg de carne semanais, em forma de hambúrgueres e bifes.

Segundo o órgão, perícias realizadas em lanches de duas hamburguerias de Caxias do Sul confirmaram tratar-se de carme de cavalo.

Os investigadores também localizaram pontos de abate e locais onde eram enterradas as carcaças e ossos que restavam dos equinos.

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg