top of page

MPRJ e Polícia Federal prendem Capitão Guimarães

Atualizado: 8 de dez. de 2022

O contraventor Aílton Guimarães Jorge, conhecido como Capitão Guimarães, foi preso, na manhã desta quarta-feira (07/12), em uma casa em Camboinhas, na Região Oceânica de Niterói. Também no início da manhã, foi efetuada a prisão de Deveraldo Lima Barreira, integrante da organização criminosa comandada pelo Capitão. Na casa de Guimarães localizada em Armação dos Búzios, foi preso em flagrante Cristiano Cordeiro Dias.

Reprodução / TV Globo

As prisões foram feitas no âmbito da Operação Sicários, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especializada de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (GAECO/MPRJ) e a Polícia Federal. Há ainda um mandado de prisão pendente de cumprimento.


Além das três ordens de prisão, também estão sendo cumpridas 17 de busca e apreensão em endereços vinculados aos denunciados e a pessoas que permanecem sendo investigadas. Os agentes foram denunciados por homicídio ocorrido em 1° de julho de 2020, num posto de gasolina, em São Gonçalo. A investigação indica que o crime tem características de execução sumária.


Dois denunciados e todos os demais alvos das medidas cautelares cumpridas hoje são integrantes e ex-integrantes das forças policiais estaduais e são suspeitos de atuarem em organização criminosa que monopoliza a exploração do jogo do bicho, máquinas caça-níqueis e outras apostas, nos municípios de Niterói, São Gonçalo e outros da região metropolitana.


A investigação também contou com diligências cumpridas pela Polícia Civil. Mais de 100 policiais federais, do Rio de Janeiro e de Brasília, e agentes do GAECO/MPRJ participam da operação.


Fonte: MPRJ

300x250px.gif
728x90px.gif
bottom of page