top of page

Mulher que acordou em caixão do próprio funeral morre após 7 dias


(Reprodução)

A equatoriana declarada morta e que acordou durante o velório morreu finalmente na última sexta-feira (16), sete dias após ser resgatada e internada em um hospital da cidade de Babahoyo, na província de Los Ríos.


Bella Montoya, 76 anos, estava na unidade de terapia intensiva do hospital Martín Icaza depois que seus parentes a resgataram do caixão ao perceberem que ela ainda respirava. Nessa altura, foi internada com um "diagnóstico reservado" e os especialistas responsáveis ​​pelo seu atendimento consideraram que o prognóstico não era muito auspicioso.


"Eles já estão realizando uma autópsia", informou um representante do Ministério da Saúde do Equador, citado pela mídia local.


Montoya deu entrada no referido hospital em 9 de junho com "diagnóstico presuntivo de acidente vascular cerebral". Após sofrer uma parada cardiorrespiratória e não responder às manobras de reanimação, um médico de plantão “confirmou o óbito”.


Algumas horas depois, enquanto a mulher jazia no caixão, seus parentes – que planejavam trocar suas roupas para o funeral – ouviram alguns ruídos e descobriram que ela apresentava sinais vitais. "Minha mãe começou a mexer a mão esquerda, abriu os olhos, a boca", disse seu filho, Gilber Balberán.


Seus parentes ligaram imediatamente para os serviços de emergência. Enquanto esperavam por socorro, um dos presentes registrou a situação em vídeo. Nas imagens veiculadas nas redes sociais, Montoya é observado dentro do caixão respirando com muita dificuldade e movimentando a mandíbula.


Por sua vez, o representante da Defensoria de Los Ríos, Freddy Calle, indicou que foi solicitado um relatório para saber se os protocolos corretos foram seguidos dentro do hospital, em relação à denúncia dos familiares de Montoya por negligência médica. "Entendo que há denúncia e o Ministério Público deve agir. Não vamos apontar os responsáveis ​​porque temos que ver quais foram os protocolos médicos", explicou.


AVISO: As imagens a seguir podem ferir sua sensibilidade


Fonte: Agência RT

Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page