Mundo ultrapassa 1,2 milhão de mortos por Covid-19


(Fotos Públicas)

Enquanto Europa enfrenta sua segunda onda com novos lockdowns em vários países e Estados Unidos assistem novos recordes da doença, o mundo ultrapassou nesta segunda-feira (2) a marca de 1,2 milhão de mortes causadas pelo novo coronavírus e soma mais de 46,5 milhões de casos confirmados, de acordo com o mapa mundial da Covid-19 da Universidade Johns Hopkins.

América Latina e Caribe é a região afetada em maior número, registrando 402 mil mortes, de acordo com a agência de notícias France Press. Na sequência vêm Europa (280 mil), Estados Unidos e Canadá (241 mil) e Ásia (171 mil).

Por país, os EUA lideram sozinhos o ranking macabro de Hopkins, com 231.077 mortes até o início da tarde desta segunda-feira, o que representa um quinto das vítimas no mundo. O país presidido pelo republicano Donald Trump, considerado por pesquisa o maior disseminador de fakenews na pandemia, lidera também com mais de 9,220 milhões de casos confirmados da doença. Não por acaso, o Brasil, cujo presidente é seguidor de Trump e atribuiu "uma gripezinha" ao vírus Sars-CoV-2, aparece na sequência estatística com mais de 160 mil mortos - e no número de casos, com 5,5 milhões, só perde para a Índia, que tem 8,2 milhões, e os EUA.

Os 10 países com mais mortes:

EUA: 231 mil

Brasil: 160 mil

Índia: 122,6 mil

México: 91,8 mil

Reino Unido: 46,8 mil

Itália: 39 mil

França: 37 mil

Espanha: 35,8 mil

Irã: 35,7 mil

Peru: 34,4 mil

Os 10 países com mais casos confirmados:

EUA: 9,2 milhões

Índia: 82, milhões

Brasil: 5,5 milhões

Rússia: 1,6 milhão

França: 1,4 milhão

Espanha: 1,18 milhão

Argentina: 1,17 milhão

Colômbia: 1,08 milhão

Reino Unido: 1,03 milhão

México: 929 mil

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

1/3
300x250px - para veicular a partir do di
Leia também: