top of page
banners dengue balde niteroi 728x90 29 2 24.jpg

Museu do Samba agora é Patrimônio Histórico e Cultural do RJ

O Museu do Samba foi declarado Patrimônio Histórico e Cultural Imaterial do Estado do Rio de Janeiro. O reconhecimento veio por meio da Lei 10.360/24, sancionada na última segunda-feira (6/5) pelo governador Cláudio Castro. A publicação saiu no Diário Oficial do Estado na terça (7/5). Localizado na Rua Visconde de Niterói, nos acessos ao Morro de Mangueira, na Zona Norte do Rio, o Museu do Samba foi fundado em 2001 e possui o maior acervo do gênero no Brasil, com mais de 45 mil itens.

"O museu enriquece, valoriza e preserva a memória de uma área importante da nossa cultura. O samba e os sambistas fazem parte da história do país, especialmente do Estado do Rio de Janeiro. É um reconhecimento", afirma o governador Cláudio Castro.


Nilcemar Nogueira, fundadora do Museu do Samba, comenta que o reconhecimento é fundamental para o Museu do Samba.


"É um lugar de preservação de memória e valorização dos sambistas, de suas linguagens e legados culturais e sociais; o título abre caminho para avançarmos na consolidação do trabalho que fazemos há mais de 20 anos, por meio do apoio do poder público, de empresas e instituições comprometidas com ações educativas e culturais voltadas às populações que, embora envolvidas na produção do maior bem cultural deste país, são muitas vezes esquecidas", acrescenta Nilcemar.


A Lei 10.360/24 não tem natureza de tombamento, ou seja, não impede alterações nas características e instalações da sede do museu. Ao mesmo tempo, seu texto afirma que o Governo do Estado do Rio de Janeiro poderá apoiar iniciativas voltadas para a valorização e divulgação do Museu do Samba.


- O Museu do Samba cumpre um importante papel de salvaguarda da nossa cultura e conta ainda com um potente espaço para eventos. Hoje temos o orgulho de fomentar a exposição ‘Heróis da Liberdade’, que conta com patrocínio da Secretaria de Cultura e da Petrobras, através da Lei de Incentivo à Cultura. O Museu do Samba cumpre seu papel de democratização da arte e faz com que o carnaval não seja celebrado somente em fevereiro, mas ao longo de todo ano - disse a secretária de Estado de Cultura, Danielle Barros.


O Museu do Samba


O Museu do Samba é uma organização social que promove a valorização, a difusão e a preservação da memória do samba e dos sambistas. A instituição oferece uma rica e variada programação cultural e educativa, com exposições fixas e sazonais, eventos musicais, gastronômicos e multimídia.


Possui ainda um Centro de Documentação e Pesquisa do Samba e uma coleção audiovisual com mais de 160 depoimentos originais gravados por grandes nomes da história do samba e do Carnaval exclusivamente para o museu. Seu acervo de mais de 45 mil itens é o maior do Brasil especializado no gênero.


Fundado em 2001 pelos netos do compositor Cartola e sua esposa e baluarte da Mangueira Dona Zica, o museu nasceu com o nome de Centro Cultural Cartola. Em 2015, o local foi rebatizado com o nome atual e ampliou sua atuação.


Fonte: Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Comments


Chamada Sons da Rússia5.jpg
banners dengue balde niteroi 300x250 29 2 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page