Museu Janete Costa abre exposição 'Quem criou me ensinou'

O Museu Janete Costa de Arte Popular abre, no dia 25 de maio, quarta-feira, a partir das 10h, a exposição “Quem criou me ensinou”, com curadoria de Jorge Mendes. O público vai poder contemplar cerca de cem obras – entre escultura em argila e madeira, além de pintura – incluindo uma instalação com referência ao bairro do Alto do Moura – um dos mais importantes de Caruaru, terra de Vitalino, Manuel Eudócio, Galdino, entre outros.

Heleno da Luz (filho) e seu pai Lourenço de Tracunhaém / Obra em madeira/ Foto: Paulo Robeiro / SMC-FAN

A mostra é uma homenagem a vinte e cinco mestres da arte popular brasileira, como Louco Boaventura, Geraldo Teles de Oliveira (GTO), Artur Pereira, Izabel Mendes, Maurino de Araújo, entre outros, que passaram seus conhecimentos para familiares e alunos – discípulos – que hoje dão prosseguimento à arte e ao estilo desses mestres. Com isso, torna-se possível a continuidade e a renovação dos trabalhos, por meio do potencial criativo de cada um. A cenografia é toda em papelão reciclado.


Os trabalhos representam o universo particular de cada artista e são variados, destacando religião, família, trabalho, entre outros temas. Para o mote curatorial, Jorge Mendes focou na importância do trabalho comunitário e familiar.

Agenov e Agenor (pai e filho) / Obra em madeira / Foto: Paulo Ribeiro / SMC-FAN

A Diretora do Museu Janete Costa de Arte Popular, Daniela Magalhães, destaca a importância da abertura desta mostra, neste contexto de maior flexibilização em relação à pandemia.


“Estou muito contente em apresentar ao público uma nova exposição, com referência a diversos estados brasileiros, e que engloba a ideia de que o conhecimento deve ser passado adiante. Os artistas transmitem o fazer artístico para que a arte popular sempre se mantenha viva. Isso é de uma generosidade incrível, o que demonstra a nobreza destes artistas populares. A cultura é um respiro nestes anos em que vivemos momentos difíceis por conta da covid-19”.


“Vamos discutir a importância da preservação da memória e saberes culturais populares dentro das famílias e das comunidades e as questões do ensino fora da sala de aula e educação à distância, vivenciadas intensamente pelas famílias no período da pandemia”, explica o curador.


Protocolos Sanitários


É necessário apresentar o comprovante de vacinação em dia, no formato impresso ou digital, acompanhado de um documento com foto.


Serviço:


Exposição “Quem criou me ensinou”, curadoria de Jorge Mendes

Abertura: 25 de maio, quarta-feira, a partir das 10h

Período expositivo: de 25 de maio a 4 de setembro

Visitação: de terça a domingo, das 10h às 17h

Onde: Museu Janete Costa de Arte Popular

Endereço: Rua Presidente Domiciano, 178, Ingá, Niterói-RJ

Telefone: (21) 3617-7736

Entrada gratuita


Fonte: Departamento de Imprensa SMC/FAN

300x250px.gif
728x90px.gif