Niterói assina convênio com Butantan para receber CoronaVac


Prefeito Rodrigo Neves (PDT) e secretário de Saúde, Rodrigo Oliveira, exibem o acordo com o Butantan (Divulgação)

Niterói pode ser a primeira cidade do estado do Rio de Janeiro a receber a vacina CoronaVac contra a Covid-19. O prefeito Rodrigo Neves assinou nesta quinta-feira um memorando com o Instituto Butantan para aquisição de 1,1 milhão de doses do imunizante, quantidade suficiente para atender toda a população da cidade - de mais de 500 mil habitantes. Rodrigo quer que a vacinação em massa comece, no máximo, no fim de janeiro.

Pelo cronograma proposto ao Butantan e assinado pelo diretor institucional do Instituto, Raul Machado, seriam 300 mil doses disponíveis no fim de janeiro para profissionais de saúde e idosos, outras 300 mil doses para o fim de fevereiro, distribuídas aos cidadãos com comorbidades e profissionais de educação, e outras 500 mil para o restante da população durante o primeiro semestre, até maio.

A Prefeitura de Niterói fará o investimento de R$ 57 milhões no projeto de imunização, ao custo de 10 dólares por dose. Com recursos próprios para a aquisição da vacina, Niterói é a única cidade do estado do Rio, entre as 12 do país, a testar a fase 3 da vacina Coronavac, em parceria com o Instituto Butantan e a Fiocruz. Niterói tem a maior cobertura de atenção básica da saúde pública da Região Metropolitana do Rio por meio do Programa Médico de Família, que atende 100% do público alvo em todas as comunidades da cidade.

"Desde o início da pandemia, Niterói atuou com base na ciência e nas melhores experiências internacionais nessa batalha pela vida contra o coronavírus. Colocamos em prática um programa integrado de ações sanitárias, retaguarda hospitalar, apoio com renda básica às famílias mais pobres e crédito e apoio direto às pequenas empresas. Graças à consciência cívica dos niteroienses, com respeito às medidas de prevenção à Covid-19, salvamos milhares de vidas. Temos orgulho de estarmos participando do esforço mundial pela vacina e estarmos com planejamento para iniciar a vacinação de nossa população com segurança e o mais rápido possível", disse Rodrigo Neves, que esteve no Instituto Butantan ao lado do secretário municipal de Saúde e médico Rodrigo Oliveira.

Ao lado do secretário de Saúde, Rodrigo Oliveira, o prefeito participou de uma reunião de avaliação dos testes da fase 3 para validação da vacina junto aos profissionais de saúde voluntários de Niterói. A cidade assinou acordo em julho e começou a fazer aplicação da vacina em agosto em centenas de médicos, enfermeiros e demais profissionais, com supervisão da Secretaria Municipal de Saúde, Butantan e Fiocruz. Os resultados da fase 3 foram considerados excelentes, com a plena imunização e nenhum efeito colateral.

1/3
300x250px - para veicular a partir do di

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

Leia também: