Niterói avança no combate à pandemia


O anúncio feito pelo prefeito Axel Grael, em live na noite desta segunda-feira (12/4) pelas redes sociais, de que até novembro toda a população de Niterói estará vacinada, veio com a notícia de que o fechamento de atividades não essenciais na cidade começa a surtir efeito positivo. Na mesma transmissão do gabinete de crise da prefeitura, o Secretário Municipal de Saúde, Rodrigo Oliveira, disse que houve uma estabilização na taxa de ocupação de leitos de UTI e queda no indicador síntese, primeiros sinais de controle da doença no município, que já ultrapassou a marca de 100 mil vacinados.

Foto: Douglas Macedo, Prefeitura de Niterói

Em maio chega o primeiro lote da vacina Sputnik V, com 25 mil doses do imunizante. A cidade receberá mais 75 mil ampolas em junho. Entre os meses de julho e outubro, serão 130 mil doses por mês. Em novembro, serão entregues as últimas 50 mil que foram compradas através do consórcio nacional Conectar, criado pela Frente Nacional de Prefeitos para fazer frente à inação do Ministério da Saúde no combate à pandemia.


Apesar dos protestos negacionistas, manifestações de empresários pedindo a reabertura do comércio, e até ameaças ao prefeito, as medidas adotadas pela prefeitura, incluindo as barreiras sanitárias recentemente instaladas nas entradas da cidade, estão se mostrando eficazes.


Com o indicador-síntese em queda, é possível que Niterói volte à bandeira Amarelo-2. Mas, segundo Axel Grael, até novembro e mesmo quando houver flexibilização das medidas restritivas, será preciso manter os protocolos sanitários.


“Essas medidas, a gente sabe que elas são duras e que para alguns segmentos são ainda mais duras, mas hoje a gente está buscando restringir essas atividades porque é necessário. É isso que salva vidas nesse momento”, disse o prefeito durante a transmissão.

1/3
300x250px - para veicular a partir do di

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

Leia também: