Niterói completa um ano de vacinação contra a covid-19


Niterói completa, nesta quarta-feira (19/1), um ano do início da campanha de vacinação contra a covid-19 no município. No dia 19 de janeiro de 2021, a enfermeira Bruna Lemos e a idosa Clice de Souza Carvalho recebiam suas primeiras doses do imunizante Coronavac e marcavam o início de uma grande virada na luta contra a doença. Um ano depois, as duas já foram vacinadas com três doses da vacina.

Bruna Lemos, primeira profissional de saúde de Niterói a receber a vacina / Foto: Berg Silva / Prefeitura de Niterói

O prefeito de Niterói, Axel Grael, lembrou as ações que a prefeitura colocou em prática desde o registro dos primeiros casos de covid-19 no país, em março de 2020.


"O início da vacinação foi um momento histórico no enfrentamento à covid-19. Ao longo de 2020, a Prefeitura de Niterói desenvolveu políticas públicas inovadoras de apoio às famílias, apoio às empresas, estruturação da retaguarda hospitalar. Em janeiro de 2021, chegamos a essa grande virada, que foi o começo da imunização. Um ano depois, vemos com clareza que a vacina tem sido uma proteção essencial no momento em que muitas pessoas estão testando positivo para a doença. A grande maioria, com sintomas leves, sem que a rede de saúde seja sobrecarregada", lembrou.


O secretário municipal de Saúde de Niterói, Rodrigo Oliveira, frisou que a vacina salva vidas, reduz internações e diminui a taxa de transmissão.


"Com um trabalho muito sério, a responsabilidade e a consciência cívica de sua população, Niterói mantém a melhor cobertura vacinal entre os municípios do estado do Rio de Janeiro. O início da imunização, em 2021, foi um marco entre tantas medidas sanitárias desenvolvidas sempre na premissa de que toda a vida vale a pena", destacou.


Primeira profissional de saúde vacinada em Niterói, Bruna Lemos é enfermeira de rotina, ou seja, profissional que acompanha o dia a dia dos pacientes, da entrada até a alta. Ela integra a equipe do Oceânico Gilson Cantarino desde abril de 2020, acompanhou a entrada do primeiro paciente e muitas das mais de três mil altas que já aconteceram no hospital. No começo de 2022, Bruna testou positivo para covid-19. Ela atribui à vacina a rápida recuperação, com sintomas leves.


"Tive muito orgulho de ser a primeira profissional imunizada em Niterói. Posso garantir como uma profissional de saúde que a vacina deu uma tranquilidade para quem lida com os pacientes. Retornamos este ano com as internações covid positivo, mas com uma proporção muito menor do que as registradas antes, com uma necessidade muito menor de CTIs, apenas cuidados de enfermaria. Isso é um sinal de que a vacinação vem fazendo a diferença. Temos que acreditar que as vacinas salvam vidas'', defendeu Bruna.

Foto: Berg Silva / Prefeitura de Niterói

Vacinação


A vacinação contra a covid-19 continua em Niterói. Na última segunda-feira (17/1), quase um ano depois das primeiras doses aplicadas no município, as crianças de 5 a 11 anos começaram a ser vacinadas. Nesta quarta-feira (19/1), serão vacinadas as crianças de 05 e 11 anos de idade com comorbidade ou deficiência permanente. Na quinta (20/1) e sexta-feira (21/1), o município aplica a primeira dose da vacina em todas as crianças de 11 anos.


Niterói também está aplicando a quarta dose da vacina contra a covid-19 em pessoas com alto grau de imunossupressão, a partir de 18 anos. É necessário que o intervalo entre a primeira e esta segunda dose de reforço seja de, no mínimo, 4 meses.


O município segue em repescagem contínua para a aplicação da primeira e segunda dose da vacina. A segunda dose está sendo aplicada em pessoas a partir de 12 anos, com 8 semanas de intervalo da primeira dose.


A terceira dose está disponível para pessoas a partir de 18 anos com intervalo de 4 meses entre a segunda dose. Para a dose de reforço/terceira dose em idosos a partir de 60 anos, profissionais e trabalhadores da saúde, está mantido o intervalo de 3 meses da segunda dose. A dose de reforço também está sendo aplicada em pessoas com alto grau de imunossupressão, a partir de 18 anos, que tenham tomado a segunda dose há pelo menos 28 dias.


Endereços de vacinação de crianças


- Policlínica Regional Doutor Renato Silva – Avenida João Brasil, s/nº, Engenhoca.

- Policlínica Sérgio Arouca – Rua Vital Brazil Filho, s/nº – Vital Brazil.

- Policlínica Regional de Itaipu – Avenida Irene Lopes Sodré – Itaipu.


A imunização está disponível de segunda a sexta-feira, das 08h às 17h, com entrada até 16h.


Documentação


Carteira de vacinação da criança

Identidade ou certidão de nascimento

CPF ou cartão SUS

Comprovante de residência do representante legal

Laudo médico indicando condição clínica (comorbidades e deficiência permanente)


Vacinação de maiores de 12 anos


Documentos - quarta dose:

Identidade, CPF, comprovante de residência e comprovante da primeira, segunda dose e dose de reforço.


Documentos - dose de reforço/terceira dose:

Identidade, CPF, comprovante de residência e comprovante da segunda dose.


Documentos - segunda dose:

Adultos: identidade, CPF e comprovante de residência


Adolescentes: identidade, CPF e comprovante de residência. É necessário a presença do responsável legal.


De acordo com a 12ª edição do PNO, entende-se por pessoas com alto grau de imunossupressão (imunocomprometidos):


I - Imunodeficiência primária grave.

II - Quimioterapia para câncer.

III - Transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) uso de drogas imunossupressoras.

IV - Pessoas vivendo com HIV/AIDS.

V - Uso de corticóides em doses ≥20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por ≥14 dias.

VI - Uso de drogas modificadoras da resposta imune (vide tabela 1).

VII - Auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias.

VIII - Pacientes em hemodiálise.

IX - Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas.


Locais de vacinação:


Policlínica Sérgio Arouca – Rua Vital Brazil Filho, s/nº – Vital Brazil.

Policlínica Dr. João da Silva Vizella – Rua Luiz Palmier, 726 – Barreto.

Policlínica Regional de Itaipu – Avenida Irene Lopes Sodré – Itaipu.

Policlínica Regional Carlos Antônio da Silva – Avenida Jansen de Melo, s/nº – São Lourenço.

Policlínica Regional Doutor Guilherme Taylor March – R. Desembargador Lima Castro, 238 – Fonseca.

Policlínica Regional de Piratininga Dom Luís Orione – Rua Dr. Marcolino Gomes Candau, 111– Piratininga.

Policlínica Regional Dr. Renato Silva – Avenida João Brasil, s/nº – Engenhoca


A imunização está disponível de segunda a sexta-feira, das 08h às 17h, com entrada até 16h.


Fonte: Coordenadoria Geral de Comunicação da Prefeitura de Niterói

300x250px.gif
728x90px.gif