Niterói dá sinal verde para obras da Concha Acústica

A Prefeitura de Niterói assinou, nesta segunda-feira (7/3), a ordem de início das obras da Concha Acústica que vai abrigar um parque poliesportivo no Centro da cidade com quadras para vôlei, futsal e basquete, campo de futebol, pista de caminhada, entre outras coisas. O objetivo é que o Centro tenha um espaço que reúna esporte e cultura e movimente a economia da cidade. A obra tem previsão de duração de 18 meses e um orçamento de R$ 97,5 milhões.

Foto: Berg Silva / Prefeitura de Niterói

O prefeito de Niterói, Axel Grael, disse que essa era uma obra muito esperada e que vai gerar um grande impacto positivo para toda a cidade, principalmente na região do Centro.


“Esse é o pontapé inicial de uma obra histórica, que faz parte do projeto Niterói 450 anos. Desde 2013, viemos buscando uma solução para este espaço de uma área nobre da cidade, ao lado da Universidade Federal Fluminense, mas que era subaproveitado. Essa é uma obra estratégica na requalificação do Centro. É hora de sonhar e pensar em trazer eventos internacionais para Niterói. Isso vai movimentar a hotelaria, a gastronomia e a economia da cidade”, explicou o prefeito.


O projeto do centro esportivo vai se unir às obras que estão sendo feitas no Campus Gragoatá, da Universidade Federal Fluminense, que vai abrigar uma pista de atletismo, pista de caminhada, locais para salto em altura, salto com vara, salto triplo e salto em distância, além de placar eletrônico, campo de futebol com grama natural, vestiários, sala de administração e almoxarifado e vai tornar o Centro um grande polo com fácil acesso para toda a população de Niterói.


O vice-prefeito Paulo Bagueira falou sobre a alegria de ver o projeto se tornar uma realidade na cidade.


“Fico emocionado de ver esse projeto, que sempre foi tão esperado, tomando forma. A expectativa é grande. Vamos desenvolver muitos atletas e também tirar crianças e adolescentes de outros caminhos e trazê-los para o esporte”, destacou.


O secretário municipal de Esporte e Lazer, Luiz Carlos Gallo, contou que o objetivo também é trazer projetos sociais para a Concha Acústica.


“Niterói sempre teve um cenário muito forte no esporte e durante anos esteve carente de espaços para desenvolvimento de atividades esportivas e hoje estamos resgatando isso. Esse espaço vai ser importante para trazer eventos da liga nacional, mas principalmente para desenvolver projetos sociais, esse será o nosso objetivo”, reforçou Gallo.


O projeto para a Concha Acústica abrigará quadras e ginásios para esportes de grande rendimento. O local foi pensado com foco na sustentabilidade, segundo o presidente da Empresa Municipal de Moradia Urbanização e Saneamento (Emusa), Paulo César Carrera.


“Neste complexo vamos construir um ginásio que irá sediar esportes de alto rendimento como futsal, vôlei, basquete, handball com um espaço para mais de 2 mil assentos. O projeto é totalmente acessível e sustentável e terá água de reuso, teto verde, iluminação em led, materiais recicláveis, quadras externas de tênis, basquete, vôlei de praia e pista de caminhada no entorno”, detalhou.


Fonte: Coordenadoria Geral de Comunicação da Prefeitura de Niterói

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg