top of page

Niterói fecha parcerias e acordos com MinC e Embratur


Para fortalecer os setores cultural e turístico de Niterói, o ex-prefeito e atual secretário Executivo do município, Rodrigo Neves, fechou, em Brasília, uma série de parcerias com o governo federal. A pedido do prefeito Axel Grael, Rodrigo Neves encontrou a ministra da Cultura, Margareth Menezes, que garantiu apoio a projetos como o Aprendiz Musical e o Niterói Cidade do Audiovisual. O ex-prefeito também se reuniu com o presidente da Embratur, Marcelo Freixo, que em fevereiro assinará na cidade um acordo de cooperação para a divulgação de Niterói no mercado de turismo nacional e internacional.

Durante reunião no Ministério da Cultura, Margareth Menezes aceitou o convite para conhecer pessoalmente equipamentos de Niterói e destacou que o município é referência para o Brasil em políticas públicas nesse campo. No encontro, também foi discutida a colaboração da pasta em ações de promoção da igualdade racial em Niterói e o suporte da Prefeitura a artistas locais que queiram se inscrever em editais lançados pelo ministério.


A deputada estadual Verônica Lima (PT), presidente da Comissão de Cultura da Alerj; a nova presidente da Fundação de Arte de Niterói (FAN), Micaela Costa; e o secretário municipal de Assistência Social e Economia Solidária, Elton Teixeira, participaram da agenda.


“Niterói já tem uma construção de políticas culturais muito grande, que são referência no Brasil. Vamos fortalecer o apoio do Ministério da Cultura a ações importantes da cidade, que irão nos aproximar ainda mais. Estamos de portas abertas para Niterói”, afirmou a ministra da Cultura.


Rodrigo Neves ressaltou a tradição de investimentos da Prefeitura na área cultural. Uma das iniciativas que Margareth Menezes pretende conhecer na cidade é o Aprendiz Musical, que hoje conta com 7 mil jovens inscritos em aulas de iniciação musical e prática de instrumentos. Ainda no primeiro semestre deste ano, serão inauguradas as sedes do projeto da Zona Norte, no Bairro Chic (Fonseca), e do Centro, no histórico casarão Norival de Freitas.


“A cultura é importante para a memória, para o resgate e preservação do patrimônio histórico e para a autoestima da população. Também funciona como elemento indutor do desenvolvimento local. A cooperação do Ministério da Cultura em diferentes manifestações, seja na música, teatro ou cinema, e em diferentes frentes, incluindo as comunidades populares, reforça essa vocação de cidade como referência cultural do país”, disse o ex-prefeito.


Micaela Costa, que deixou a coordenação-geral do Sistema Nacional de Cultura do ministério para assumir, esta semana, a FAN, lembrou que Niterói será palco, no próximo mês, da Conferência Nacional de Cultura Periférica.


“Para além do recurso e do investimento, essa parceria é importante para que a cidade de Niterói contribua na formulação de políticas públicas do Ministério da Cultura”, disse a nova presidente da FAN, adiantando que a fundação irá trabalhar para apoiar os artistas interessados em editais do ministério. “Vamos dar o suporte para aumentar a participação dos artistas de Niterói em editais federais, como os da Ancine. Muitas vezes, grandes artistas encontram dificuldade de participar por causa da burocracia”.


Verônica Lima, autora do projeto na Alerj que concede a Medalha Tiradentes a Margareth Menezes, disse que a aproximação entre Prefeitura e ministério resultará em mais investimentos em projetos da cidade:


“Nosso objetivo é fazer com que as políticas públicas do ministério cheguem até a ponta, e que as pessoas possam se apropriar delas. Assim como acontece com a Lei Aldir Blanc e com a Lei Paulo Gustavo”, acrescentou a deputada estadual.


Cooperação com a Embratur

No campo do turismo, a cooperação da Embratur com a Prefeitura de Niterói inclui a divulgação e promoção da cidade como destino nas campanhas do governo federal dentro do Brasil e no exterior. O acordo ainda tem como eixo a criação de programas de profissionalização e qualificação de jovens para o setor.


“Niterói conta com um potencial muito grande para o turismo. A cidade possui natureza, praias espetaculares, quilombo e uma gastronomia forte. Tem ainda o Caminho Niemeyer e hoje organiza uma feira literária anual (a FLIN). Niterói está do lado da cidade que mais recebe turistas internacionais, que é o Rio, e por isso precisamos pensar a barca também como um veículo de cultura e turismo, ligando os atrativos fortes das duas cidades. Vamos criar conteúdo para que o turista que visita o Cristo e o Bondinho possa conhecer Niterói”, explicou Marcelo Freixo.


Na sede da Embratur, Rodrigo Neves revelou que há dois meses o acordo é costurado com a Embratur e que, em fevereiro, ele começa a ser colocado em prática após assinatura durante evento no município.


“O prefeito Axel Grael vem desenvolvendo iniciativas no turismo, como foi o caso da parceria público-privada de revitalização do Mercado Municipal. Marcelo Freixo propôs, então, esse termo de cooperação para ajudar na divulgação nacional e internacional de Niterói, na articulação do nosso trade turístico e na elaboração de programas de qualificação de mão de obra, principalmente de jovens, para a área do turismo”, declarou o secretário Executivo.


Fonte: Coordenadoria Geral de Comunicação da Prefeitura de Niterói

Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page