Niterói ganha a oitava Unidade de Conservação

Na Semana do Meio Ambiente 2021, entre os dias 31 de maio e 6 de junho, Niterói, que já tem cerca de 56% de área protegida, ganhará a oitava unidade de conservação. O prefeito Axel Grael irá oficializar a criação do Parque Natural Municipal Floresta do Baldeador, localizado próximo ao Morro do Castro. A nova unidade de conservação, com 70 hectares, foi criada a partir de Consulta Pública realizada pela Prefeitura.

Mata Atlântica / Getty Images

Este ano, o tema central da Semana do Meio Ambiente é “Recuperação de Áreas Degradadas”. Com a criação do novo parque, Niterói se consolida como um dos municípios brasileiros com maior percentual de áreas verdes preservadas. A cidade também se destaca por desenvolver diversos programas de restauração ambiental em seus parques e praias. Essas iniciativas serão amplamente debatidas durante a Semana do Meio Ambiente, que vai mobilizar diversos órgãos da prefeitura e representantes da sociedade civil, de organizações não governamentais e da iniciativa privada.


Organizada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade (SMARHS), toda a programação do evento será transmitida online em função da pandemia, nas redes sociais da Prefeitura de Niterói e da secretaria. Além das palestras e debates, também haverá distribuição de mudas, atividades esportivas e feira virtual de adoção de animais, entre outras.


Parque Floresta do Baldeador


Localizado em área limítrofe ao município do São Gonçalo, o novo parque integra o mosaico do Sistema Municipal de Áreas de Proteção Ambiental (SIMAPA), unidade de conservação de uso sustentável com extensão de 598 hectares e que engloba zonas de recuperação ambiental e de restrição à ocupação urbana, além de áreas de especial interesse ambiental e de preservação permanente na Zona Norte da cidade.


"A criação do parque é uma ferramenta capaz de potencializar os mais diversos atributos ambientais e turísticos que esta área apresenta, promovendo o surgimento de um novo ponto de visitação e oferecendo, principalmente para os moradores da Região Norte, uma alternativa de lazer e recreação”, explica o secretário municipal de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade, Rafael Robertson.


Dentre as oportunidades, podem ser destacadas: o estímulo à prática de trilhas em associação à preservação do entorno; o fomento de pesquisas científicas e educação ambiental; ampliação de corredores verdes que conectem os fragmentos florestais do Morro do Castro com a APA do Engenho Pequeno, no município de São Gonçalo, além de contemplação da natureza.


A criação do parque tem ainda o objetivo de proteger o importante patrimônio natural do município e contribuirá na ampliação da cobertura vegetal através de projetos de reflorestamento. Outro fator positivo baseia-se na possibilidade de expansão de oportunidades de geração de empregos para a população residente do entorno da unidade de conservação.


Fonte: Coordenadoria Geral de Comunicação da Prefeitura de Niterói

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg