top of page

Niterói participa da 4ª Conferência Estadual de Juventude

A Prefeitura de Niterói está na 4º Conferência Estadual de Juventude representada pela equipe da Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para Juventude (CPPJ). Desde quinta-feira (26/10), treze delegados municipais participam do evento, que tem como tema "Juventude RJ: o futuro se constrói no agora", que acontece até o dia 28, na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). A Conferência vai discutir ideias e propostas voltadas para a juventude fluminense, além de definir a delegação que representará o estado na 4ª Conferência Nacional da Juventude.

Divulgação / Prefeitura de Niterói

Mais de 150 jovens participaram da etapa municipal que debateu quatro grupos temáticos principais: Inclusão Social e Dignidade, Empregabilidade e Empreendedorismo, Sustentabilidade e Direito à Cidade e Engajamento Comunitário.

A coordenadora do CPPJ, Luisa Assumpção, ressaltou a importância da participação dos jovens na construção coletiva de políticas públicas.

"Oito anos depois da última conferência, podemos vivenciar, novamente, essa experiência tão importante para a democracia. Estamos na UERJ representando Niterói na 4ª Conferência Estadual de Juventude, após votar nossas propostas e nossa delegação na conferência municipal.

Desejamos que sejam dias muito produtivos e efetivos para as juventudes de nosso estado”.

Na etapa municipal, a juventude de Niterói definiu propostas prioritárias de seus respectivos grupos de trabalho para serem levadas ao congresso estadual de juventude, assim como os delegados e suplentes.


Entre as propostas aprovadas na conferência municipal estão na lista das prioridades o fortalecimento e implementação da Educação de Jovem e Adulto (EJA) diurna com formação inicial em tecnologia, criação da Secretaria de Juventude com Fundo Próprio e capacitação dos jovens para gerir orçamento com formação, Articulação para um pacto de assistência estudantil que brigue pelo jovem universitário que está inserido no mercado de trabalho e que haja a desburocratização de bolsas estudantis e a criação de moeda social para garantir transporte, educação, lazer e cultura, fortalecendo Id.Jovem e o passe livre.


Além disso, os jovens querem a ampliação da divulgação dos projetos sociais e periféricos, passe livre estadual, cotas para Trans e Travestis em concursos do Estado, criação de Programa Primeiro Emprego em empresas de médio e grande porte com paridade étnico-racial e de gênero, entre outras questões.


Fonte: Coordenadoria Geral de Comunicação da Prefeitura de Niterói

Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page