Niterói registra aumento de 200% em casos de feminicídio


Foto: Reprodução

O estado do Rio registrou, somente no primeiro semestre desse ano, um aumento de 20% nos casos de feminicídios. Além do crime de morte, a violência contra a mulher também sofreu um aumento nesse último tempo, segundo o Instituto de Segurança Pública (ISP). Nos primeiros seis meses de 2021, foram registrados 48 crimes e durante esse mesmo período neste ano, foram 57 casos de feminicídio, ainda de acordo com o ISP.


Em Niterói, os casos de feminicídio também sofreram um aumento. Cinquenta e duas mulheres foram mortas, no primeiro semestre deste ano. Somando os registros de feminicídio em seis delegacias da cidade, a alta foi de 200%, e 25% foram registrados na tentativa do crime no mesmo período, de janeiro e junho.


Segundo uma pesquisa feito pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), 15,2% das mulheres vítimas de violência têm entre 25 a 30 anos; 15,1% são de 30 a 35 anos; 35 a 40 anos são 14,8% e 20 a 25 anos são 13%. Além disso, as mulheres pardas e pretas são as mais violentadas, sendo 44,8% e 26,5% das vítimas são as mulheres brancas.


A pesquisa ainda aponta que as armas brancas - facas, machados e martelos - são os instrumentos mais usados na hora de cometer o crime. Em segundo lugar estão as armas de fogo e em terceiro as agressões físicas.


Em casos de violência doméstica, é importante que a vítima procure ajuda dos órgãos especializados no atendimento à mulher. Ela será orientada, amparada, escutada e direcionada sobre o que fazer e como agir. Para fazer uma denuncia, a vítima pode entrar em contato com a Central de atendimento à mulher, através do número 180. O serviço funciona 24h, em todos os dias da semana.


Através do telefone 180, também é possível obter informações sobre os direitos da mulher, como os locais de atendimento mais próximos e apropriados para cada caso: Casa da Mulher Brasileira, Centros de Referências, Delegacias de Atendimento à Mulher (Deam), Defensorias Públicas, Núcleos Integrados de Atendimento às Mulheres, entre outros.

300X350px_Negra.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
728X90px (2).gif