top of page
banner niteroi carnaval 780x90px 16 02 24.jpg

No 1 ano da tentativa de golpe, financiadores são alvos da Lesa Pátria


A 23ª fase da operação Lesa Pátria, da Polícia Federal (PF), realizou nesta segunda-feira (8) buscas, apreensões e prisões em endereços de suspeitos de financiarem e fomentarem os atos ocorridos em 8 de janeiro de 2023, quando os prédios do Palácio do Planalto, do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal (STF) foram invadidos e depredados.


O STF expediu para esta fase 48 mandados judiciais (46 mandados de busca e apreensão e dois de prisão preventiva), nos estados de Rio Grande do Sul, Bahia, Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais, Maranhão, Paraná, Rondônia, São Paulo, Tocantins, Santa Catarina e Distrito Federal.


“Foi determinada a indisponibilidade de bens, ativos e valores dos investigados. Estima-se que os valores dos danos causados ao patrimônio público possam chegar aos R$ 40 milhões”, informou a PF.


Acusado de ter fretado um ônibus para a ida de manifestantes aos atos golpistas, o microempresário Wagner Ferreira Filho foi preso preventivamente na operação. Segundo as investigações, ele havia gastado R$ 24 mil para a viagem de apoiadores de Salvador (BA) à Brasília. Além de financiar os atos, suas impressões digitais foram identificadas em uma das janelas de vidro danificadas no Salão Negro do Congresso Nacional.


Os fatos investigados constituem, em tese, os crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime e destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido, e os contemplados pela lei de terrorismo.


Ainda segundo a PF, as investigações continuam em curso e a operação Lesa Pátria se torna permanente, com atualizações periódicas acerca do número de mandados judiciais expedidos, além de pessoas presas e foragidas.


Desde o início do julgamento dos atos antidemocráticos, em setembro de 2023, o STF condenou 30 pessoas que foram flagradas participando de atos de vandalismo e violência. Outros 29 réus serão julgados nos próximos dias.


O Ministério Público Federal (MPF) apresentou mais de 1,4 mil denúncias, sendo 1.156 por incitação e 248 por execução.


Com a Sputnik Brasil

Chamada Sons da Rússia5.jpg
banner niteroi carnaval 300x250px 16 02 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page