Nobel de física diz esperar que Bolsonaro seja chutado do cargo

Atualizado: 18 de out. de 2021


O físico italiano Giorgio Parisi, ganhador do Prêmio Nobel 2021 (Foto: Wikimedia Commons)

Ganhador do Prêmio Nobel de física 2021, o italiano Giorgio Parisi afirmou, em entrevista à BBC News Brasil, que lamenta a crise brasileira e as mais de 600 mil mortes relacionadas à covid-19. O físico disse ser bem conhecedor da situação brasileira e afirmou que "ter Bolsonaro como presidente, durante a pandemia, foi uma das piores coisas que poderiam acontecer com o Brasil" e ainda acrescentou: "Espero muito que ele seja chutado do cargo”.

Aos 73 anos, Parisi ganhou na semana passada o Nobel, junto com outros dois cientistas especializados no clima, por suas pesquisas sobre sistemas complexos e o caos atmosférico.

"Conheço bem a situação brasileira. Lamento muito a eleição de Jair Bolsonaro. (...) E lamento muito a situação da pandemia, o aumento da pobreza... (...) Ter Bolsonaro como presidente, durante a pandemia, foi uma das piores coisas que poderiam acontecer com o Brasil”, declarou o Nobel.

Parisi, que nunca viajou para o Brasil, diz ser um apaixonado pela cultura brasileira e adorar forró. “Uma vez ia com minha família, em 2009. Mas pouco antes de partir, aconteceu aquele terrível acidente com o avião da Air France que caiu sobre o oceano Atlântico. Minha família ficou com medo e desistimos da viagem. Lamentei muito. Deveria ir a Minas Gerais. Li Grande Sertão: Veredas, de Guimarães Rosa, um livro belíssimo. Queria muito ir a Minas Gerais, o sertão descrito no livro. Esse é um dos melhores livros do século 20”, afirmou.


Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg