top of page

Nova praça na Rua Mem de Sá começa a ganhar forma

As obras na Rua Mem de Sá, um dos principais acessos ao bairro de Icaraí para quem sai do Centro, seguem em ritmo acelerado. Equipes da Empresa Municipal de Moradia, Urbanização e Saneamento (Emusa) já retiraram as estruturas metálicas, cabos de rede elétrica, pisos, portas e janelas dos imóveis que estão sendo demolidos para a construção da rotatória em forma de praça que irá ligar a Rua Castilho França à Miguel de Frias. Os tratores já estão no local. O objetivo da intervenção é melhorar a mobilidade da região. As máquinas já entraram para fazer as demolições.

Foto: Bruno Eduardo Alves / Prefeitura de Niterói

A obra, prevista para inaugurar em janeiro de 2023, vai beneficiar cerca de 20 mil pessoas por dia. De acordo com o prefeito de Niterói, Axel Grael, que na última quinta-feira (6/10) visitou o local e conversou com moradores e técnicos da prefeitura, o acesso ao bairro de Icaraí vai ser facilitado com uma nova ligação da rua Roberto Silveira com a Fagundes Varela, mesmo durante o horário da faixa reversível.


“Com isso, vamos desafogar o trânsito na conversão da Roberto Silveira em direção à Miguel de Frias, que hoje está sobrecarregada. Além disso, quem mora em Santa Rosa e no Jardim Icaraí e que tenha como destino a Fagundes Varela e a Praia de Icaraí também terão a opção de passar por essa rua”, disse Grael.


A Prefeitura de Niterói informa que o padrão de piso será o mesmo da Marquês do Paraná. A praça será arborizada, privilegiando um paisagismo com a utilização de peças nativas da Mata Atlântica, além de iluminação LED e rampas de acessibilidade.


“Essa é uma obra de urbanismo que cria uma nova porta de entrada no bairro de Icaraí, com novo paisagismo, iluminação, novo espaço público de convivência e de mobilidade porque vai permitir o acesso à Rua Miguel de Frias, Praia de Icaraí e Rua Fagundes Varela mesmo nos horários de reversível”, descreve o secretário de Urbanismo e Mobilidade, Renato Barandier.


Dayse Monassa, da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (Seconser), destacou que a intervenção também trará mais conforto para os ciclistas e pedestres, já que as calçadas serão alargadas e a ciclovia terá continuidade:


"A obra vai resolver ainda a interrupção do fluxo de bicicletas na ciclovia, no sentido da Miguel de Frias em direção à Roberto Silveira. Teremos uma nova praça e acabaremos com o conflito no cruzamento da Roberto Silveira. É um tremendo avanço".


Estavam presentes também o presidente da Emusa, Paulo Cesar Carrera, e o presidente da Niterói Transportes e Trânsito, Gilson Souza.


Fonte: Coordenadoria Geral de Comunicação da Prefeitura de Niterói

300x250px.gif
728x90px.gif