Novo presidente do Banco do Nordeste não dura 24h


Jornal Estadão denunciou que Alexandre Cabral é alvo de investigação desde 2018 (Imagem/Reprodução)

Menos de 24 horas depois de ser nomeado e tomar posse como presidente do Banco do Nordeste (BNB), em Fortaleza, Alexandre Cabral já não ocupa mais o cargo. Foi exonerado após reunião de Conselho do banco.

O problema de Cabral - mais uma indicação do Centrão no governo Bolsonaro - foi uma reportagem publicada nesta quarta-feira (3) no jornal O Estado de S. Paulo, dando conta de que ele é alvo de investigação no Tribunal de Contas da União (TCU) sob suspeita de irregularidades no período em que foi presidente da Casa da Moeda, em 2018, no governo Michel Temer.

1/3
300x250px - para veicular a partir do di

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

Leia também: