Obituário - Victor Passos, jornalista

Atualizado: 26 de ago. de 2021


Apio Gomes


Mais difícil que escrever sobre falecimento de um amigo é saber que ocorreu. E é sempre um choque quando se trata de pessoas com quem se conviveu, em uma parte de sua existência, intensamente no plano político, funcional e, principalmente, existencial. E Victor Passos era aquela figura que cultuava – além do bairro Santa Teresa – as amizades (em relação a alguns de seus amigos, usar o termo idolatria não seria um absurdo).

Possuidor de um texto correto e dinâmico, Victor Valente Passos se formou em jornalismo pela USP e trabalhou no extinto Jornal da Tarde, do grupo Estado. Mudou-se para a capital carioca e trabalhou em alguns dos principais jornais do Rio de Janeiro, como Jornal do Brasil, O Dia e Extra – além de dar sua contribuição, efetiva, no primeiro governo de Leonel Brizola no Estado do Rio de Janeiro, na Assessoria de Comunicação Social da Secretaria de Obras e Meio Ambiente e da Serla. Também atuou na assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro, no segundo mandato do prefeito Marcello Alencar.

Se não estivéssemos em tempos de recolhimento e o gurufim ainda existisse entre nós, eu poderia contar muitas passagens em que sua emoção sempre suplantava a razão – mas se rendia à última. Entretanto, se ainda convivesse entre nós, pegaria uma caneta e, certamente, diria: “Vou ler isto que você escreveu; mas só se puder usar o chanfalho”.

Daniel, que bom que, ao escrever para o TODA PALAVRA sobre seu pai, só tenham povoado a minha mente as lembranças sempre positivas do tempo em que convivemos diuturnamente. Foi um período muito produtivo, sob todos os aspectos.

Nascido em Santos (SP) em 10 de março de 1946, Victor Passos - filho de Nadege Valente Passos e de Victorino Duarte Passos, tenente-coronel do Exército - radicou-se no Rio de Janeiro nos anos 1970. Morou na Região Oceânica de Niterói, mudando-se depois para Santa Teresa, bairro pelo qual se apaixonou e onde viveu até o fim da vida. Ele morreu na noite de sábado, 21 de agosto, aos 75 anos, de diabetes e complicações resultantes de um AVC.

300x250px.gif
728x90px.gif