top of page

Oito estados anunciam Lei Seca no dia das eleições


(Foto: José Cruz/Agência Brasil)

Até o momento, oito estados anunciaram que vão restringir a venda de bebidas alcoólicas no dia das eleições para evitar perturbações durante a votação. Nestes estados, a Lei Seca vai valer para o próximo domingo (2), primeiro turno do pleito, e em 30 de outubro, no caso de um segundo turno. Acre, Amazonas, Roraima, Rio Grande do Norte, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Paraná e Tocantins já anunciaram a proibição.


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não veta o consumo e a comercialização de bebida alcoólica no dia da eleição. No entanto, determina que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de cada estado, em acordo com órgão de segurança pública local, deve tomar essa decisão.


Os três principais colégios eleitorais do país, São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro não terão qualquer restrição de bebidas alcoólicas. No Rio de Janeiro, a medida não é aplicada desde 1996.


No Amazonas, a proibição começará a partir de domingo (2) e permanecerá até às 18h do mesmo dia. Em Roraima, a Lei Seca valerá das 23h de sábado (1º) até às 19h de domingo.


No Mato Grosso do Sul, fica proibida a venda de bebidas em bares, restaurantes, lojas de conveniência, hotéis e lanchonetes. A restrição será aplicada entre as 3h e 16h de domingo.


Os estados informaram que vão fiscalizar o descumprimento da Lei Seca. Quem não respeitar a proibição poderá ser preso em flagrante por desobediência e descumprimento de ordens da Justiça Eleitoral.

300x250px.gif
728x90px.gif
bottom of page