OMS: até o fim do ano sai a 1a vacina contra coronavírus


Entre outubro e dezembro deste ano o mundo conhecerá os resultados dos testes da primeira vacina em condições de ser utilizada contra o coronavírus. A afirmação é da cientista-chefe da Organização Mudial de Saúde, Soumya Swaminathan, segundo revelou o colunista Jamil Chade, do UOL.

No entanto, mesmo diante de resultados positivos a produção em massa de uma vacina ainda poderá levar meses. A representante da OMS admite que ainda este ano se possa ter à mão as primeiras doses da vacina, mas uma imunização em larga escala dependerá do tempo demandado pelo processo de produção industrial.

"Está claro que uma imunização por infecção natural vai levar muito tempo", disse a cientista-chefe da OMS. A entidade estima que existem hoje mais de 7 milhões de pessoas contaminadas pela covid-19, com um total de mortos superior a 400 mil vítimas da doença

Segundo Soumaya, além da vacina prevista para ser apresentada ainda este ano, existem outras duas em estudos adiantados, entre 200 pesquisas que estão sendo realizadas ao redor do mundo. A cientista, porém, alerta que, além da própria vacina em condições de uso, será necessário “um consenso mundial” para estabelecer critérios de prioridades na aplicação do preventivo.


300x250_QuatroRodas.gif
728x90_PorqueArCondicionado.gif