Parlamento da Ucrânia proíbe música e literatura russas


Reprodução do retrato de Fedor Dostoyevsky por Mikhail Shcherbatov (Sputnik/Yarin)

O Parlamento ucraniano votou para proibir a música russa e a venda de livros russos neste domingo (19), em um movimento que a Rússia descreveu anteriormente como assimilação forçada da minoria ucraniana de língua russa.

O legislador ucraniano Yaroslav Zhelezniak disse que a proibição de músicas feitas por artistas russos se aplicaria em espaços públicos e na mídia.

A importação e distribuição de livros e outras publicações de autores russos e belarrusos será proibida.

Aleksei Honcharenko, outro legislador ucraniano, disse que a nova legislação também proíbe turnês de músicos com cidadania russa, exceto aqueles que denunciam publicamente a operação especial russa na Ucrânia.

Honcharenko disse que o Parlamento também votou para romper um acordo de cooperação científica e técnica com a Rússia, bem como um pacto que garantia o apoio a pequenas empresas dentro da comunidade de ex-Estados soviéticos.

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, acusou a Ucrânia de uma história de opressão de minorias linguísticas e étnicas. Rússia, Hungria, Polônia e Romênia já criticaram a Ucrânia no passado por restringir o ensino de línguas de minorias étnicas.


Fonte: Agência Sputnik

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg