top of page

Perspectivas de cooperação inovadora entre os BRICS


Centro de Moscou | Por Mos.ru / https://commons.wikimedia.org

Uma conferência científica e prática internacional sobre "Cooperação Científico-Tecnológica e para Inovação entre os países do BRICS" foi realizada em Moscou.


"Estados fortes e influentes reivindicam a adesão ao BRICS. Entre aqueles que já apresentaram pedidos formais, estão a Argentina e o Irã. É importante, e muito revelador, que a Arábia Saudita também tenha expressado o desejo de aderir ao BRICS. O BRICS junto com a Arábia Saudita já é uma qualidade totalmente nova", disse Dmitry Efremenko, Diretor Adjunto de Pesquisa do Instituto de Informações Científicas sobre Ciências Sociais (INION) da Academia de Ciências da Rússia.


Cientistas de todos os países parceiros sugeriram a busca de novas formas de desenvolvimento. Por exemplo, para restaurar a indústria doméstica de máquinas-ferramentas, é necessário unir esforços com a China e a Índia, disse Alexander Akimov, chefe do departamento de pesquisa econômica do Instituto de Estudos Orientais da Academia de Ciências da Rússia. De acordo com ele, é necessário começar imediatamente.

"O que é a importância da engenharia de máquinas-ferramentas é a base de tudo o resto. Agora precisamos, como eles dizem, tapar os buracos, mas fazer plena soberania tecnológica - isso levará anos. Não podemos fazer tudo. Todos os países, mesmo os fabricantes mais poderosos importam algo porque se trata de um equipamento muito sofisticado e de mercados muito difíceis. A escala é bastante grande e não podemos fazer tudo. E temos que entender o que tem que ser feito necessariamente", disse o especialista.

Rússia e Índia têm muito em comum: ambos os países querem construir uma tripla hélice: governo, negócios e ciência, disse Ellina Shavlay, conferencista do MGIMO do Ministério das Relações Exteriores da Rússia.


O sistema de agrupamento que foi recentemente introduzido na economia indiana ajudará a construir um modelo eficaz e a coordenar esforços. Na Rússia, as plataformas de inovação também estão se desenvolvendo.


"A Índia está tentando se tornar uma das principais potências tecnológicas do mundo, o que naturalmente merece o apoio da Rússia, porque a Índia está entre aqueles países com os quais temos relações estratégicas de longo prazo e cuja experiência, entre outras coisas, será útil para nós", disse ela.


Digitalização da economia, reciclagem da combustão supersônica, segurança da informação, educação tecnológica, tradução de todos os documentos e desenvolvimentos para os idiomas dos países participantes - estas foram as propostas expressas pelos participantes da conferência. Os mais promissores serão enviados ao Ministério da Educação e Ciência e ao Ministério das Relações Exteriores da Rússia, onde os projetos serão selecionados para implementação nos países do BRICS.


Fonte: TV BRICS

300x250px.gif
728x90px.gif